25/06/2015

Um plantel difícil de antecipar

Vamos lá, então, pensar no plantel do Sporting para a próxima temporada.

O circo já começou: já há nomes pelos jornais, jogadores contentes com o interesse do Sporting e dois rumores que duram há várias semanas - Danilo Pereira e Bryan Ruiz. Mas de concreto, só mesmo a saída de Cedric, a confirmação (esperada) de Ewerton e a contratação de um GR desconhecido.

No entanto, como abaixo explicarei, não consigo fazer sequer um exercício sobre o que temos e o que falta. Consigo, apenas, assumir o que poderia ser o plantel no pressuposto de que não sai ninguém.

Se assim for, se o Sporting mantiver os jogadores que quer (o que é bem diferente de manter os que pode), creio que ao dia de hoje andaríamos longe disto:

GR: Patrício, Boeck (Jug provavelmente jogará pela equipa B)

DD: não acredito que Miguel Lopes fique (ordenado excessivo para o que rende), creio que o Sporting ficará com Ricardo Esgaio e irá ao mercado contratar um jogador

DE: não acredito que Jefferson fique (conflito com BC foi complicado...), teremos Jonathan e um novo DE

DC: para além de Ewerton e Paulo Oliveira, o Sporting terá também Tobias e Ruben Semedo (um deles na A, o outro emprestado ou na B). Mas acredito que JJ queira mais um central, com mais quilómetros nas pernas, para acompanhar Ewerton

MD: William e Rosell. Só faria sentido Danilo se William saísse, na minha opinião; e quanto a Rosell eu considero-o uma alternativa de qualidade (investir em alternativas quando temos satisfatórias, mais uma equipa B, parecer-me-ia um enorme disparate)

MC/MO: Adrien, João Mário, André Martins, Wallyson (ver abaixo comentário sobre sistema de jogo)

EE/ED: Carrillo, Capel (JJ sempre gostou dele), Mané, Iuri

AV/PL: Montero, Slimani, Tanaka, Viola, Labyad (ver abaixo comentário sobre alternativas a Slimani)

Sendo contratados um DD, um DE e um DC, teríamos aqui 25 jogadores. Agora, os pontos a discutir são os seguintes:

(i) ambição: olhar para este plantel e assumir uma candidatura clara ao título é confiar na capacidade do treinador. Porque, substancialmente, do MC para a frente, temos basicamente o mesmo plantel, com o regresso de um ou outro emprestado e a promoção de alguns jogadores da B (o que pode até fazer a diferença mas, no imediato, não é muito provável). Se o Sporting quiser ficar mais forte, terá que ponderar seriamente o empréstimo de alguns jogadores. Por exemplo, ainda que eu entenda a vontade em ver Wallyson e Iuri na equipa A, pergunto-me se não faria bem, a ambos, um empréstimo a um clube da Liga (Iuri teria que subir de patamar, de um Arouca para, por exemplo, um Marítimo - isto assumindo que o tema Danilo não gera mau ambiente entre as partes). Isto aplicar-se-ia a outros jogadores, como Tobias ou Ruben Semedo. E há outros jogadores, como os AV/PL, em que o Sporting teria que ponderar o que pretende: há opções para 2º AV, mas para um PL mais fixo só há Slimani.

(ii) sistema(s) de jogo: JJ no Benfica tinha condições para um sistema de jogo com apenas 2 jogadores no MC. Mas recordo que no seu primeiro ano não foi bem assim. Tinha Javi Garcia com Aimar à sua frente, Di Maria na esquerda, mais Saviola e Cardozo. Mas tinha Ramires, que equilibrava tudo isto. Será que JJ consegue uma equipa equilibrada se fizer um Sporting que tenha, por exemplo, William, João Mário, Carrillo, Capel, Montero e Slimani? Duvido, sinceramente. Por isso mesmo, JJ terá que definir o que pretende implementar e a partir daí veremos que outros ajustamentos deverão ser feitos no plantel. No meio-campo, por exemplo, há opções de qualidade para um sistema a 2, com um Montero ou um Labyad mais recuados. Mas se quisermos juntar um 3º elemento, parece que falta ali qualquer coisa.

Enfim, creio que só conseguirei ter uma ideia do que se pretende, e do que se poderá ajustar, ao primeiro jogo amigável. Até lá, teremos que confiar em JJ e em BC. Mas uma coisa me parece certa: se os ajustes forem "cirúrgicos" (mesmo, e não como no ano passado), as fichas estão a ser apostadas no trabalho de JJ. Porque não mudando substancialmente, terá que ser ele a trazer o que nos falta para efetivamente disputarmos o título.

21 comentários:

  1. O Miguel Lopes vai ficar de certeza por causa daquela clausula maluca de ter que dar ao FCP €5M se o vendermos. Penso que tem mais 1 ano de contrato e a direção deve querer deixar o contrato dele acabar para passar por cima dessa clausula, portant os defesas direitos serão ele e o Esgaio, com o Esgaio a ser titular quase de certeza.

    Jefferson podemos vender na boa, pois o JJ vai ensinar o J.Silva a defender, que é o que lhe falta.

    Rosell não tem qualidade suficiente para o SCP. Mais vale ter alguém estilo um Palhinha ou um Fokobo à espreita caso seja necessário.

    Adrien também deve ser para vender devido ao elevado ordenado, bem como Capel.

    Para substituir Capel prefiro Heldon, que é melhor e mais barato.

    Veremos também como se portam Wallyson, Gauld, Iuri e Chaby na pré-época.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike,

      o Miguel Lopes tem contrato até 2018 (pelo menos...)

      Eliminar
    2. Tens razão Cantinho. Mas isso não altera o que eu disse. Não o podemos vender ou teremos que dar €5M ao FCP.

      Eliminar
    3. Mike,
      Podemos emprestar num esquema semelhante ao do ano passado.
      Mas lá está, é mais um exemplo de um caso que depende de JJ - se contar com ele, mais vale deixá-lo estar (ainda que seja caro) do que arriscar uma contratação.
      Não concordo quanto ao Rosell - considero-o bom jogador. Pelo contrário, duvido que o Fokobo tenha ou venha a ter qualidade para jogar na equipa principal do Sporting.
      Quanto ao Capel/Heldon - eu estou a olhar através dos óculos de JJ, que sempre adorou Capel e o considerava mal aproveitado. Já oiço isto desde o tempo do Domingos.

      Eliminar
    4. Mike,

      2016 não é o mesmo que 2018. Bem estaríamos nós se só faltasse 1 ano para que pudéssemos livrar dele.

      Koba,
      infelizmente, acredito que o Lopes vai ficar e vai começar a titular. Depois, até ao fim do mercado lá se perceberá que não serve. O pior é que o sacrificado será, mais uma vez, o Esgaio. O Lopes será o nosso Cortez ou Luís Felipe.

      Fokobo não serve para nada.
      Eu nunca ouvi esses elogios do JJ ao Capel? Há registos?

      Eliminar
    5. Cantinho, eu ouvia nos "mentideros", mas vinha de todo o lado...

      Eliminar
    6. pois, é que eu não me lembro de palavras elogias ao Capel por parte de JJ.

      Eliminar
  2. Boas Koba,

    as últimas duas frases são a chave. E gostava que assim fosse: plantel é o que há e o acréscimo terá de vir, essencialmente de JJ e do crescimento dos jogadores (mais um ano juntos, jovens a crescer, gosto pela vitória).
    Não sei se ao 1º jogo já verás alguma coisa. A pré-época começa para a semana e ainda ontem jogaram 6 jogadores que queres no plantel e mais 1 no banco (para mim jogaram, até ver, 4 potenciais titulares do SCP). Isto mais o Carrillo que joga hoje e pode ficar mais uma semana em competição. Devem apresentar-se a cerca de 2 semanas da Supertaça. Quantos titulares do Sporting? Pelo menos 4 ou 5. Meia-equipa.
    Quantos jogadores tem o Benfica nessa posição? Jogadores que podem ser titulares nesse jogo? Maxi? Logo, está tudo de férias há várias semanas.
    (esta sempre foi uma das últimas vantagens do Benfica: bons planteis, mas poucos na selecção o que dá muito tempo para as equipas técnicas trabalharem com os seus jogadores principais nas pausas das selecções - Jonas, Lima, Luisão, Salvio, Gaitan,tudo grandes jogadores mas selecção nem vê-la).

    GK: acredito que Boeck vai sair; haverá na Liga bons nº2 (o irmão do Tobias, que esteve na Académica e é do Braga, creio; ou o José Sá)
    DD: espero que Miguel Lopes saia. Muito dinheiro e, acima de tudo, muito pouca qualidade. Com Esgaio certo (espero), gostava de ter o regresso do Pereirinha (sei que não concordas).
    DE: concordo com o que dizes; não sei apontar nenhum nome; e o casting de JJ nesta posição não costuma ser famoso;
    DC: concordo; Tobias ou Semedo a emprestar à 1ª Liga; tem de vir um titular para jogar com Ewerton (que tem muitas lesões)

    MD: William; gostava de Danilo (mesmo com William); gostava que se trabalhasse Martins, Wallyson e/ou Zezinho para serem alternativa. Duvido que William esteja pronto para a Supertaça, se voltar a apresentar a forma que apresentou na pré-época passada (onde teve menos férias)

    MC: Adrien; J. Mário; Wallyson; Martins

    MO: Labyad; Viola; Gauld

    EX: Carrillo, Iuri, Mané + 1 (Bruma, se não der o Nani...)

    AV: Montero, Slimani (mais as opções que estão a MO, como Viola e Labyad) e Rubio; se puder vir o Bryan Ruiz, seria bom.

    Um ligeiro plano B:
    - acho mesmo que o Carrillo está feito para o Porto; ele vai querer ficar para sair a custo 0 (aquela entrevista em que diz que com JJ é para ganhar, faz parte do plano para enganar);
    - para mim, era chegar ao Porto e dizer: tá aqui (já) o Carrillo e queremos o Ghilas e/ou Quintero e que abdiquem dos 5M do Miguel Lopes;

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho,

      O Nani já foi para o Fenerbace.
      Em relação ao Carrillo, se não quiser renovar e não for vendido, sou da opinião que não devemos apostar nele e que deve passar a época na bancada.

      Eliminar
    2. Cantinho, o que queria dizer com o 1º amigável diz respeito ao sistema de jogo, não necessariamente aos intérpretes. Naturalmente que estaremos em fase de testar modelos e a disponibilidade dos intérpretes pode ter influência. Mas ao fim de 2/3 jogos normalmente conseguimos antecipar qual a ideia do treinador. E a partir daí perceber para onde vamos.


      Quanto ao plano B, bem sei que é uma especulação, mas impossível com BC na presidência. E não me agrada a ideia de oferecer o nosso melhor jogador ao Porto, seja em que condições for. Este é daqueles que tem que renovar e tem que ser feito esse esfoço. Se JJ conseguir por a equipa a carburar, essa renovação fica paga daqui a 12 meses, posso apostar. Já agora, é um ponto em que responsabilizo BC - anda há 2 anos para renovar com aquele que é o jogador com mais potencial do plantel.

      Mike, não vejo o que ganhamos com isso...

      Eliminar
    3. Koba,

      Simples. Se o jogador se recusa a renovar e a ser vendido, nós também não temos que o valorizar para os outros.

      Eliminar
    4. Mike,

      o jogador de futebol ainda e' feito para jogar. Se nao for possivel retirar rendimento financeiro do jogador, ao menos que se retire rendimento financeiro. Em fim de contrato, ele tem todo o interesse em jogar bem.

      Pensando dessa forma, assim o Sporting perde em toda a linha.

      Eliminar
    5. Mike,

      o Nani (ainda) não está no Fernebahce.
      Os jogadores são para jogar. Se o Carrillo não quer ficar hoje, ok então vai embora. Não quer ficar amanhã, então vai embora amanhã. Se rende nos treinos, vai a jogo. Se não rende, não vai.
      Se hoje ele render, tem de jogar hoje.
      Eu não queria que Bruma, Ilori ou Dier renovassem. 1º de tudo, eu queria que eles jogassem! Com Carrillo é o mesmo.

      Koba,
      claro que se Carrillo não renovar a culpa é da direcção. Quando assumiram o clube ele tinha 3 anos de contrato. Tiveram mais que tempo para renovar.
      O negócio com o Porto é um mal menor. Se o Carrillo não quer o Sporting agora e quer o Porto, então vamos tirar partido disso. Mas não é para ir lá buscar Nunos Andrés Coelhos ou Rolandos. É jogadores a sério.

      Eliminar
    6. Mike,
      Se o jogador, em tese, já tem contrato com outro clube, já está "valorizado" por esse clube. E se assim for, ao menos retiramos dele rendimento desportivo. Se, como diz o Cantinho, render nos treinos. A lógica dos treinos no pinhal não se adequa aos dias de hoje.

      Mas este, repito, é daqueles por quem eu faria um esforço superior.

      Eliminar
  3. Esqueceste-te de referir o Ryan Gauld, creio que será o esteio do meio-campo, podendo actuar a 8 ou a 10. A arma secreta para lançar em certos jogos e agitar a partida juntamente com o Iuri, relembro que a melhor fase da Equipa B esta época coincidiu com o meio-campo composto por Wallyson a 6, Gauld a 8 e Iuri a 10.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adriano, não me esqueci do Gauld, simplesmente duvido que já tenha condições para fazer parte do plantel principal. Pode trabalhar com eles, ter algumas oportunidades, mas creio que precisa de crescer. Um empréstimo também poderia fazer sentido.

      Eliminar
    2. Gauld, Podence, Gelson, Palhinha, Francisco Geraldes, Matheus Pereira, Chaby, Luís Ribeiro e Riquicho.

      Sporting tem de cuidar bem deles. Eles são o futuro.
      B ou 1ª Liga?
      Perto ou longe?

      Eliminar
    3. Cantinho, tem que haver uma análise técnica, feita por quem lidera a formação, no sentido de verificar se esses jogadores fazem sentido na equipa B ou precisam de outro patamar competitivo. Veja-se o caso do João Mário, na B não rendia, no Vitória de Setúbal deu um passo decisivo para a sua afirmação. Treinador, treinador da B e responsável pela formação devem tomar essa decisão, com base em critérios técnicos, táticos, psicológicos e de maturidade competitiva.

      Eliminar
    4. Koba,

      concordo. Aliás, até acho que no caso do J. Mário, o salto podia ter sido directamente para os A, sem passagem por Setúbal.
      Um pouco à imagem de J. Moutinho.

      Será que nesse grupo haverá algum que possa dar já esse salto? Gelson?

      Mas é isso. Há gente paga e creditada para fazer essa avaliação.

      Eliminar
  4. Tendo em conta o histórico de Jesus, vai tentar fazer do Sarr um novo David Luiz e do Wilson Eduardo o futuro lateral direito da seleção. Para lateral esquerdo vêm 3 ou 4 brasileiros/argentinos e nenhum pega de estaca. O Esgaio será o nosso André Almeida/Ruben Amorim.
    Para o meio campo como alternativa ao William o melhor era o Zezinho de há dois anos mas dos poucos jogos dele na B que vi esta época parece que desaprendeu a jogar.
    No meio se não existirem saídas parece-me que apenas Wallison terá lugar no plantel principal.
    Quanto aos extremos, Podence parece-me que não dá para mais que um Paulo Sérgio, mas confio que Gelson Martins e Matheus Pereira têm aquele extra que na época passada apenas se viu na primeira fase de Nani e em Carrillo. Dramé, Sakho e Heldon não me parecem ser jogadores para um grande, mas tendo em conta que é Jesus pode sair que saia daqui mais um projecto de lateral direito ou coisa parecida. Quanto a Iuri Medeiros mixed feelings, mas infelizmente parece-me facilmente anulável em 80% dos jogos do nosso campeonato e quanto a Chaby e Ponde não comento pois depois das lesões não vi o suficiente.
    Quanto a Rubio, Viola e Labyad parece-me que não serão as questões desportivas a determinar a respectiva inclusão no plantel principal.

    ResponderEliminar
  5. Koba,

    Para mim, era só preciso renovar com Carrillo e comprar um extremo e um lateral. Comprar médios acho uma parvoíce tendo em conta a qualidade que temos na equipa B nesse sector.

    Cumps

    ResponderEliminar