04/06/2015

Jesus e Marco

Ponto prévio: só acredito que Jesus será treinador do Sporting quando for comunicado à CMVM e apresentado em Alvalade.

Ainda assim, não queria deixar de dizer algumas palavras sobre o tema. Como sabem, defendo o princípio de que, quando todos os OCS dizem o mesmo, é provavelmente verdade. Aqui o tema não é saber se o Sporting contactou JJ ou não, essa parte dou de barato: aconteceu. O ponto é saber se JJ efetivamente está disposto a aceitar a proposta do Sporting (seja ela qual for) ou está a usar essa possibilidade para manter o principesco salário que recebe no Benfica (técnica negocial que podemos não considerar muito bonita mas que é usada todos os dias no futebol). É aí que tenho as minhas dúvidas.

Assumindo, porém, que é tudo verdade (JJ foi contactado e JJ aceitou), queria recuperar o diálogo que mantive aqui com o leitor RMSCP:


Respostas

  1. Koba,

    Por alguma razão andamos em jejum de títulos. Enquanto os nossos rivais evoluíram, nós fomos regredindo nos últimos anos e só agora parecemos estar mais estáveis mas precisamos ainda de melhorar para chegarmos ao título. Falta subir um degrau que todos os anos parece impossível de subir. Falta competência. A meu ver, esse patamar só pode ser atingido se tivermos um treinador de qualidade. Basta olhar para o Benfica antes e depois de JJ.

    Com isto não estou a dizer que o nosso plantel é perfeito. Mas, nas condições em que nos encontramos, acha que algum dia será possível termos um plantel como o do Porto? Na minha opinião, não. Por isso é que apostava as fichas no treinador.

    Cumps
    Eliminar
  2. RMSCP, se o JJ estivesse disponível, eu trocava já (com toda a consideração que o Marco Silva me merece)

    Mas ao nosso alcance não vejo ninguém que me ofereça mais garantias do que o Marco Silva. Funcionam os dois elementos: a (minha) convicção e a exclusão de partes.

    Porque se houvesse alternativas... Basta pensar (noutro nível) no Bayern. Eles tinham um treinador em que acreditavam, ganhou tudo. Mas havia um melhor disponível (Guardiola). Aí funcionou a lógica do "sim, temos um bom, mas podemos ter um ainda melhor".
    Eliminar
Tenho que ser honesto: quando afirmei que "se o JJ estivesse disponível, eu trocava já", estava longe de imaginar que fosse efetivamente possível. Disse JJ como poderia ter dito Mourinho ou Guardiola. Quis, apenas, dar um exemplo realista, para não descredibilizar totalmente o argumento.

O que queria eu dizer, então?

1. Gosto de Marco Silva: é um bom treinador e, mais do que isso, é treinador para o Sporting (o que é muito mais difícil do que ser um bom treinador).

2. Acho que Marco Silva fez um bom trabalho no Sporting. Conquistou 76 pontos, fez uma Champions meritória e ganhou a Taça de Portugal (na altura os 76 pontos estavam por conquistar e a Taça também - mas acreditava que ambos seriam possíveis, como foram).

3. É evidente que Marco Silva e Bruno de Carvalho não se entendem. Mas sendo Marco Silva um bom treinador e tendo feito um bom trabalho, cabia a Bruno de Carvalho fazer um juízo muito simples (que um presidente do Sporting é OBRIGADO a fazer independentemente dos seus juízos estritamente pessoais): consigo encontrar um treinador tão bom ou melhor do que este?

4. Se a resposta fosse NÃO (como eu achava que era), Bruno de Carvalho teria que engolir os sapos que tivesse que engolir e manter Marco Silva. Marco Silva teria também que ceder, como é evidente.

5. Se a resposta fosse SIM (como parece, afinal, ser possível), Bruno de Carvalho teria toda a legitimidade para fazer o raciocínio que fez o presidente do Bayern "sim, temos um bom, mas podemos ter um ainda melhor".

6. Legitimidade essa "reforçada" pelo facto de a relação com o treinador não ser a melhor, o que não seria nunca argumento se BC não conseguisse identificar no mercado um treinador que, pelo menos em teoria, oferecesse mais garantias.

Ou seja, e resumindo: BC tem toda a legitimidade para tomar essa decisão (aliás já a tinha antes). Eu, em teoria, discordaria da decisão. Mais: eu nem sequer ponderaria JJ porque eu estou contente com Marco Silva. Mas, confirmando-se a substituição de Marco por Jesus, há que dizer que BC teve a ousadia de tentar e a capacidade de contratar um treinador que é o mais desejado em Portugal (e que a generalidade da crítica considera melhor do que o que tem hoje). Quando falo de capacidade, deixo para outras núpcias os temas financeiros e, como dizia hoje um amigo de outras guerras sportinguistas, o "jurídico subjacente".

Mas nada disto, mesmo nada, valida o comportamente miserável que tem sido adotado relativamente a Marco Silva desde dezembro de 2014. Fazer sair notícias do seu despedimento nas vésperas do Natal, "autorizar" as declarações de José Eduardo, dar entrevistas em que deixa subliminarmente a mensagem de culpabilização do treinador pelo 3º lugar (e pela indefinição do orçamento), fazer conferências de imprensa sobre Marco e os macaquinhos, apresentar o treinador na festa da Taça como se fosse mais um da equipa técnica (com tanto "tempo de antena" quanto qualquer adjunto) e fazer sair (no Record e no CM, antes marionetas do Grande Satã) cinco motivos pífios para a perda de confiança em Marco Silva. Isto não sei se conseguirei perdoar.

Isto dito - o Sporting tem muito a agradecer a Marco Silva. E tem que resolver esta situação com dignidade. Tem toda a legitimidade para procurar um melhor treinador; não tem para pisar na dignidade de Marco Silva. Quanto à exigência sobre BC e JJ, deixo para um próximo post.

E se for tudo verdade, da minha parte só digo: obrigado Marco. Espero que voltes um dia. 

8 comentários:

  1. Koba:

    Perfeito.... Concordo. Com tudo. Já comentei este assunto no "ANORTE", desculpa se não repito aqui. Abç.

    ResponderEliminar
  2. Sou eu! Sou eu ali em cima!!! :D

    Koba,

    Só tenho a dizer: WOW. Acho que ninguém esperava esta. É verdade que já tinham havido rumores mas daí à confirmação vai um GRANDE passo.

    Nestes últimos meses fiz muitas críticas a Marco Silva a ponto de recusar a sua continuidade no clube. Fazendo o balanço de MS, houve ali uma altura em que pensava que a coisa ia carburar mas este desistiu de tentar implementar a sua ideia de jogo em busca de resultados e a partir daí deixei de acreditar nele. Agradeço-lhe a Taça de Portugal e boa sorte para o futuro.

    Em relação ao JJ (WOW again), só posso dizer que se este não conseguir elevar o Sporting para o grande clube que é, então começo a duvidar que alguém consiga. Atenção que eu não estou a falar em títulos mas sim em futebol. Quero ver o Sporting a jogar "à grande". Os títulos virão como consequência disso e não o contrário. É aquilo em que acredito.

    Falando da jogada, até pode dar para o torto (o que duvido muito) mas que é uma jogada de mestre ninguém pode negar.

    Cumps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. RMSCP,

      Há 3 patamares neste tema:
      - o da escolha técnica, em que a jogada é de mestre;
      - o da capacidade financeira, onde está tudo ainda muito obscuro;
      - o das expetativas para a próxima época, que abordarei nas próximas semanas.

      Mas há um treinador ainda em funções e parece que ninguém se lembra disso. Sempre respeitei e continuo a respeitar a sua opinião sobre Marco Silva. A sua crítica sempre foi (bem) fundamentada (pese embora - a meu ver, naturalmente - desconsiderasse factores que eu considero relevantes) e situou sempre a nossa discussão no plano técnico. Ainda bem.

      Mas agora pergunto-lhe: o RMSCP, que defende há muito a saída de Marco Silva, acha correta a campanha que tem sido movida contra Marco Silva, quando ainda é o treinador do Sporting?

      Cumps

      Eliminar
    2. Koba,

      De que campanha falas? De estarmos a contratar outro treinador? Não vejo qual é o problema a não ser que o MS não saiba de nada...

      Sobre o despedimento, eu acho que o facto de não jogarmos nada poderia ser considerado "justa causa" xD

      Agora a sério, não concordo com o despedimento por justa causa, a não ser que hajam factores que não estejamos a ver (o que até é bem provável). Prefiro comentar esses "detalhes" no fim do processo depois de ser conhecida a história toda. Mas, para já, parece-me deselegante no mínimo.

      Cumps

      Eliminar
  3. Koba, como tenho pouco tempo digo que concordo com a generalidade do post e com o RMSCP quando afirma que "que é uma jogada de mestre ninguém pode negar." Não apenas pelo valor de JJ mas também pelo rombo no orgulho vermelho.

    Já quanto a "resolver esta situação com dignidade" creio que o timing já se perdeu e de forma intencional e, posso estar errado, com objectivo claro de atingir MS.Isto porque o resultado final podia ser precisamente o mesmo, o caminho para lá ter chegado outro.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Koba, penso que esta seja a primeira vez que escrevo neste blog, o qual acompanho há algum tempo.

    Quanto à tua mensagem, nada a opor. Concordo com ele a 100%

    Quanto ao Marco, agradeço-lhe toda a dedicação que deu ao clube e o título na Taça de Portugal que nos deu. Desejo-lhe boa sorte no seu crescimento que, antes de JJ, achava que poderia ter no nosso clube.

    Só gostaria de comentar um ponto prévio relativamente ao MS, BdC, Sporting e o que se passou em Dezembro. Infelizmente, todas as nóticias, situações vergonhosas que aconteceram desde esse momento ainda são (e deverão continuar a ser) uma grande incógnita para toda a nação Sportinguista.

    E é esse espaço no limbo que pode ou não dar razão a BdC sobre a decisão de contratar o JJ, rescindir com o Marco por justa causa... Porque algo se passou nesse momento, directa ou indirectamente com o Marco. Já se falou na Doyen, do empresário, de jogadores representados pelo empresário mas temos uma mão cheia de nada sobre o tema.

    Será que algum dia iremos saber? Será que o BdC em assembleia geral nos irá transmitir algo sobre tudo o que se passou?

    Por mais que falemos, pensemos, discutamos e partilhemos aqui neste e noutros blogues que tanto amam o nosso grande clube, talvez nunca venhamos a saber...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Jorge,

      O Sporting acaba de despedir Marco Silva com justa causa...

      Nem sei o que dizer.

      Obrigado pelo seu comentário

      Eliminar
  5. Acho a opção pelo Jesus uma jogada brilhante embora com um grau de risco considerável.

    Dito isto, não me revejo na forma com saí o Marco Silva.

    Aguardo com impaciência explicações detalhadas.

    ResponderEliminar