30/01/2015

Comunicar por tudo e por nada não é necessariamente bom

O meu pai tem uma superstição durante os jogos: raramente elogia um jogador antes de o jogo acabar. Diz ele que, tradicionalmente, quando comenta para o lado "eh pá, hoje o A está a fazer um grande jogo", no minuto seguinte o A faz um disparate.

Pois bem, parece que isso começa a acontecer com dirigentes. Depois de ontem ter defendido as opções da administração da SAD para a Taça da Liga, hoje deparo-me com dois comunicados, um a responder ao Abel, outro ao Ricardo Costa.

Sinceramente, não consigo compreender.

Será que no Sporting atual basta provocar o presidente, com bocas em que se insinue um estilo "quero, posso e mando" ou se coloque em causa os jogadores contratados, para termos direito a comunicado?

Se assim é, não tarda BC vai-me responder a mim - já critiquei o seu estilo por diversas vezes e já manifestei o meu desagrado quanto à política de contratações do início da época. E na verdade, se me permitem, sou mais importante para o Sporting do que o Ricardo Costa: duvido que o Ricardo Costa seja sócio desde 1990, tenha Lugar de Leão, tenha gamebox e seja acionista da SAD.

E terei os minutos de fama prometidos pelo Andy Warhol.

15 comentários:

  1. Koba,

    acho lamentável a resposta a Abel. Um profissional exemplar, que não nasceu no Sporting mas respeitou o Sporting como muitos que cá nasceram. Com a agravante de na entrevista que deu manter o mesmo tom de respeito pelo clube e até por quem não teve assim tanto respeito por ele.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LdA, desta vez discordo. Acho que a entrevista tem ali provocações evidentes. E trazer de novo o tema Marco Silva é deselegante, até para o próprio Marco Silva (embora atenuado com os elogios).

      Mas BC tem que perceber duas coisas:
      1ª, não pode responder a todas as provocações;
      2ª, não pode responder a "bocas" de qualquer um, ele é presidente do Sporting.

      Repare que o presidente do Sporting andou alguns dias em troca de galhardetes com o MST. Surreal, qual a importância das larachas do MST?

      O meu ponto é este: BC continua a não distinguir a quem responder e porquê responder.

      Eliminar
    2. Mas qd são as "ironias" do sr PdC já acham piada?

      Eliminar
  2. LdA acharia sempre isso... Não há novidade aqui. Respeitou até à entrevista que deu nestes últimos dias. Ou isso já não conta?

    Prefiro ver isto como um "investimento aborrecido" que temos que fazer agora. Até voltarmos a ser respeitados. Vai demorar mas vamos voltar a ser.


    Z

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Z, não vejo o que ganhamos, nem sequer no longo prazo, em responder ao Ricardo Costa

      Ficaria a falar sozinho, como ficaram, por exemplo, todos os miúdos do Benfica que foram mostrando desagrado por falta de oportunidades. Já reparou que às tantas se calaram?

      Eliminar
    2. Koba, mas é preciso entender o que possa estar por trás do interesse de RC e do seu EMPRESÁRIO. O recado pode ter mais visados... Quem sabe que % dos 800K iriam de facto para o bolso de RC? Quem sabe se a esta hora RC não está com um melão do caraças?

      Além de que este passou o tempo a por-se em bicos de pés para vir para cá... É isto que queremos? Eu não...

      Z

      Eliminar
    3. Z, reproduzo os comentários do Ricardo Costa, sobre os quais tinha feito apenas uma leitura superficial (e interpretado negativamente, como a maioria dos sportinguistas):

      "Não sei sinceramente o que o Sporting pretende ou pretendia com a aquisição desse jogador, nem as suas exigências. Sei que em Braga fez um bom trabalho, é um excelente jogador. Se está apto ou não, não estou dentro da situação, mas são decisões e escolhas que têm de ser respondidas pelas pessoas que estão à frente do departamento de scouting do Sporting e da presidência"

      Percebo que se interprete o "não sei" em sentido negativo (como em "não percebo que sentido faz", foi como aliás eu interpretei a primeira vez que li) mas poderia muito bem ser interpretado num sentido puramente neutro (como em "desconheço", "não estou por dentro", "não tenho conhecimento").

      Agora a segunda frase:

      "Não sabia da situação do jogador, de estar parado há tanto tempo, nem sobre o que se passou. E o porquê de só estar pronto dentro de um mês... O Sporting vai entrar numa fase decisiva da época e espero que consiga, sem ele, os seus objetivos"

      Um jogador formado no Boavista e no Porto, sem qualquer ligação conhecida ao Sporting, termina as declarações a esperar que o Sporting atinja os seus objetivos, mesmo que não possa contar com o jogador que contratou.

      No entanto, a imprensa quer sangue, faz o título com a conotação mais negativa possível e a partir daí faz-se o resto do filme.

      Mas nem é esse o ponto. O ponto é que não vejo nestas declarações nenhum motivo para lhes dar resposta, mesmo que as interpretemos da pior forma possível.

      Quanto aos pontos que invoca: se o RC ou o empresário quiseram empochar umas massas, qual o problema? Dissemos-lhes que não e fomos pregar para outra freguesia. Assunto resolvido.

      Já para não falar do quão deselegante é revelar pormenores de uma negociação falhada, mas nem estava a ir por aí.

      Não consigo mesmo ver nada de positivo nisto. Mas convenhamos que também não é assim tão importante, só me preocupa se começarmos (outra vez) a atirar sobre tudo o que mexe, sem grande critério.

      Eliminar
  3. Ui... Os comunicados impõem cá um respeitinho. Até mete medo... O Ricardo Costa, por exemplo, até treme com o que lhe foi dedicado hoje... Se assim fosse, e que tal passar a emitir uma dúzia de comunicados por dia? Além de saírem mais baratos, tb se poupa tempo: demora menos tempo para "voltarmos a ser respeitados"!

    Abel desrespeitou o SCP na entrevista? Porquê? Em que medida? Exemplifique... Ou agora dizer a verdade sobre a figura e estilo de BdC é falta de respeito para com o SCP?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Virgílio, é uma provocação clara ao presidente do Sporting e vem "ressuscitar" um tema que a imprensa começava a deixar cair no esquecimento. Não gostei.

      Gostei ainda menos que não deixassem o Abel a falar sozinho.

      O Ricardo Costa, então, nem se fala...

      Eliminar
    2. Koba, emitir a sua opinião em entrevista é provocação? Não sei...Elogiou e criticou várias aspectos (re)conhecidos de BdC. Relatou a sua versão do despedimento. E versou sobre jogadores que conhece ou treinou. Não vejo aqui qlq provocação. Mas, ainda que tu notes "provocações" a BdC, volto a perguntar, onde foi Abel desrespeitoso para com o SCP?

      O caso MS está mt longe de estar esquecido... até pq tem ainda vários episódios (quentes) por resolver.

      Eliminar
    3. "O que aconteceu comigo, a uma escala mais reduzida, foi o que ia acontecendo com o Marco Silva. O presidente aprendeu que o eu posso, eu mando e eu quero não funciona no futebol."

      Não gostei e BC não gostou certamente (e é presidente do Sporting, goste-se-ou não). Mas não faria um comunicado a responder, atenção :)

      Eliminar
    4. Koba, eu tb acho que aqui AF se espalhou ao querer comparar situações incomparáveis... (apenas reduz a escala numa interpretação mt pessoal...).

      E espalhou-se ainda pq, infelizmente, não me parece que BdC tenha aprendido... O "quero, posso e mando" vai ter mais episódios...

      Resumindo, não gosto, nem deixo de gostar dessa frase, apenas não concordo com ela. Mas, desculpa teimar (é a ultima vez, prometo), essa frase não é desrespeitosa. O comunicado faz ainda menos sentido se tivermos em atenção todo o contexto da entrevista. AF tb produz bastante elogios ao presidente do SCP: ambicioso, inteligente, fazer mais com menos recursos, etc, etc...

      Eliminar
  4. Virgilio... o acólito... Como está?

    O RC tem é dor de cotovelo... Foi deselegante... e levou o que merecia.

    Z

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Folgo em perceber que provoquei aí algum incómodo. A ausência de respostas e a insinuação reles confirmam que o Z é que é decididamente um digno acólito de BdC.

      Eliminar
  5. Koba,

    volto à carga agora para dizer o seguinte:

    creio que no essencial até estaremos de acordo, BdC não se pode desfazer em comunicados cada vez que chove, venta ou faz sol, sob pena de vulgarizar a sua imagem e o próprio recurso.

    Quanto ao Abel não achei que fosse desrespeitoso, bem pelo contrário. Posso gostar ou não das referências mas é bom lembrar que foi despedido e como o foi. Por isso, tendo dado o tempo que deu sobre o assunto, reconheço-lhe o direito a pronunciar-se sobre uma matéria que é da sua esfera profissional. Quase aposto que se o Sporting tivesse ignorado o assunto este teria chegado a muito menos gente, o que no fundo parece ser do interesse do clube.

    Abraço

    ResponderEliminar