26/01/2015

As vitórias sem foto

Os que acompanham o blog há algum tempo sabem que tenho mau perder (e mau empatar). Quando o Sporting não ganha, os posts não têm fotos. Quando o Sporting ganha, lá se arranja uma foto para dar cor ao post.

Mas há vitórias que não merecem foto. A de ontem é uma delas (já o fiz outras vezes no passado). Pelas razões mujto bem expostas pelo texto, que subscrevo na íntegra, do Cantinho do Morais. Leiam porque está lá tudo o que vi e tudo o que pensei durante o jogo (com exceção das superstições do Cantinho, essas são mesmo só dele!).

Junto às notas do texto linkado apenas alguns comentários que reforçam o que aí está dito ou acrescentam, à imagem das superstições, algumas apreciações muito pessoais.

A primeira nota diz respeito aos jogos à tarde. Eu sei que é o melhor horário para as famílias e para quem vem de fora de Lisboa. Mas para os adeptos, como eu, que estão nos setores da Bancada Nascente, na primeira parte não se vê o jogo. Obviamente nem vou discutir que prefiro ter o estádio cheio ainda que tenha 45 minutos com o sol de frente, seria demasiado egoísta. Mas considerando que na segunda parte não houve qualquer problema, se os jogos iniciassem às 17h creio que todos ficariam felizes...

A segunda nota diz respeito ao sistema de jogo. Sou dos que acha bem que o Sporting use, mesmo contra adversários como o de ontem, o sistema habitual. Acho que o Adrien não tem estado bem e poderia jogar ali o André Martins, mas isso são outras histórias. Em regra, creio que se deve usar o sistema em que mais se trabalhou e em que os jogadores estão mais rotinados. Aliás, se os lances de Montero ou Carrillo, ainda nos primeiros 10 minutos do jogo, tivessem sido convertidos em golo, provavelmente nem estaríamos a falar disto. Mas chegados ao intervalo com 0-0, sem oportunidades de golo dignas desse nome durante 35 minutos, contra um adversário que acabou por conseguir bloquear o nosso jogo interior e forçar os cruzamentos para a área (onde invariavelmente apenas estava Montero) e fez uma só jogada de ataque digna desse nome, creio que a segunda parte deve começar com 2 avançados. Marco Silva lá acabou por corrigir, mas fê-lo demasiado tarde. Correu bem, marcámos um golo e ganhámos. Mas podíamos ter marcado uma posição clara no jogo logo ao minuto 46 e não o fizemos.

A terceira nota: o nosso saldo contra aquela que, a meu ver, é indiscutivelmente a pior equipa do campeonato, é de 2-1 em golos. Acabarmos o jogo a sofrer contra esta equipa, que joga menos do que o Vizela ou o Famalicão, não pode mesmo acontecer. A Académica, posso apostar, vai sair goleada da Luz e do Dragão. Porque não tem argumentos para fazer mais do que fez ontem. Aliás, quando ontem me diziam que "o Paulo Sérgio é mesmo um treinador fraco, esta equipa não joga nada", eu apenas respondia que discordava: considerando os jogadores que tem à disposição, acho que o Paulo Sérgio faz milagres. Sofrer apenas um golo em Alvalade e empatar com o Sporting em Coimbra é mais do que bom. Um ponto, apenas, em que o Paulo Sérgio me surpreendeu: deixou no banco aquele que, a meu ver, é o único jogador da Académica com categoria indiscutível para a I Liga, Rui Pedro.

Quarta nota: no ano passado, como bem se recordam, fartei-me de criticar as opções ofensivas do Cedric. Chegava ali à quina da área e bola para o barulho. Sempre desconfiei que ele nem olhava para a área e ontem tive a prova. Num lance, aos 90 minutos, com vantagem mínima e necessidade de preservar a bola, o Cedric faz um cruzamento num momento em que não havia um só jogador do Sporting na área. Nem um. Obviamente, nem olhou. É uma pena que Cedric não consiga, ofensivamente, ganhar lucidez e perceber que os cruzamentos devem ser tirados em circunstâncias muito especiais. Basta olhar para o colega do outro lado do campo e perceber o que estou a dizer.

Notas finais, muito breves:
- Mané começa a ficar afetado com as assobiadelas, já há quem comente em Alvalade que é o novo Djaló. É bom que se comece a pensar na ansiedade que o jogador revela em cada lance e na preservação da sua confiança. Nem todos são Patrícios para aguentar assobiadelas como se nada fosse.
- Um ou dois passes mal conseguidos não apagam a boa exibição de William, para mim o melhor em campo ontem.
- Inacreditável o desrespeito pela equipa do Arouca. Estamos a tratar o jogo como se do Vizela se tratasse. O Arouca só tem 10 golos, é verdade, mas é muito mais equipa do que esta Académica. A Académica não tem Goicoechea, Balliu, David Simão, André Claro, Artur ou Rui Sampaio. Como diz o Cantinho no post citado, porque não poupámos para este jogo? Ou, simplesmente, porque não dividimos o mal entre as aldeias, poupando Nani neste e Jefferson no próximo, por exemplo? E olhando para a big picture, será que os 3 pontos de Arouca são mais importantes do que os 3 pontos do derby?
- O Porto perdeu e o segundo lugar é uma possibilidade. Espero que o Benfica perca também para que se mantenha alguma tensão entre os dois. Se o Benfica ganha, dispara para o título e o FCP passará a concentrar-se no segundo lugar, em que vai tendo vantagem e um jogo em casa (como nós tivemos no ano passado) para arrumar o tema. O Benfica, com o Porto a 6 pontos e o Sporting a 7, não pode gerir as suas contas tão facilmente. Com o Porto a 9 e o Sporting a 10, até pode perder os dois clássicos e é campeão na mesma. É por isso importante que o FCP, que tem melhor equipa e mais experiência, encare o nosso clássico como um jogo em que é proibido perder pontos. Isso pode dar-nos mais possibilidades.

20 comentários:

  1. Jogo muito fraco, com muitos passes falhados. Aqueles minutos finais em que tivemos "apertados" só podem ter sido de propósito... A Académica não joga nada, só sabem perder tempo.

    Em relação a Cédric, tenho um aperto no estômago sempre que a bola lhe vai parar aos pés. Não tem ponta por onde se lhe pegue. Continuo à espera de Esgaio a titular. É tão melhor que ele que até dói.

    Marco Silva e as suas escolhas duvidosas também já chateiam. Onde estava Gauld? Miguel Lopes e Sarr no banco? Já nem falo no Adrien...

    PS: Vêm aí uma 2ª volta à Leonardo Jardim? Espero que não...

    Cumps,
    RMSCP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. RMSCP, se analisarmos o jogo com o Rio Ave e este, são muitas as diferenças na dinâmica ofensiva. Acho que ontem, simplesmente, correu mal, mas por enquanto não vejo motivos para temer a 2ª volta "à Jardim". Quanto ao Cedric, só vejo problemas na definição dos lances, no resto acho que tem estado bem.
      SL

      Eliminar
    2. Koba,

      Bem em quê? A defender? É que nem nisso ele é competente. Claro que contra equipas como a Académica não se nota, mas se jogarmos contra uma equipa melhor vê-se logo o buraco que para ali vai. Mas os problemas defensivos nem se quer são inteiramente culpa dele, uma vez que não vejo, por parte de Marco Silva, grandes melhorias nesse aspecto desde o início da época, tirando o aumento de qualidade individual nos centrais.

      RMSCP

      Eliminar
    3. RMSCP, o ponto é mesmo a nota final, o permanente sobressalto está relacionado com a organização defensiva da equipa, aí há algo a corrigir pelo treinador e vem de há muito. Mas sinceramente acho que não temos, neste momento, melhor do que o Cedric. As lacunas defensivas dele são as da equipa...

      Eliminar
  2. Não concordo contigo Koba. É nestes jogos que temos que entrar logo com tudo. Montero e Tanaka ao mesmo tempo, porque Montero sozinho não rende e é um melhor 10 que Adrien ou João Mário.

    Em relação ao Cedric, sim. Os colegas nesse lance ficaram a olhar para ele tipo "WTF?!?!?".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, obviamente lembrei-me logo de ti quando escrevi o texto :). A tua posição é clara desde o início do campeonato e há bons argumentos (o jogo de ontem um deles) em defesa da mesma. Mas recordo que com o Moreirense não correu assim tão bem, por exemplo. Com o Rio Ave chegámos ao golo (e ao 2-1 e ao 3-1) em 4x3x3. Na nossa melhor fase da época creio que raramente jogámos com 2 PL. O Montero sozinho pode render, mas a equipa tem que perceber que ele não é o Slimani.

      No ano passado, em 10 jornadas, o Montero sozinho rendeu 12 golos, se não me engano... Depois as equipas começaram a fechar e o Sporting de Jardim, sem jogo interior, passou a jogar aquele futebol sem risco (nem rasgo...) flanqueado, combinação lateral extremo e cruzamento que não servia adequadamente o Montero. Entrou o Slimani, a equipa melhorou o rendimento (leia-se, conquistou pontos) mas percebia-se que aquele futebol era insuficiente. Da única vez que tentou os dois, fomos esmagados.

      Mas enfim, há argumentos de um lado e do outro. Uma coisa é certa: se Marco Silva tivesse tirado Adrien ao intervalo e feito entrar Tanaka, toda a gente teria percebido. Porque o jogo de ontem parecia fácil, no início, e tornou-se difícil muito por nossa culpa.

      Eliminar
  3. Portanto, além de feio (o que até vocês reconhecem) o vosso estádio foi mal pensado. Sobretudo para um clima como o nosso....

    É justo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é o que dá encomendar obras desta dimensão a lampiões :)

      abraço

      ps: que eu saiba, só eu reconheço que é feio... deve haver quem o ache bonito

      Eliminar
    2. o nosso amigo Milo - que nem liga muito à Estética - é outro. Mas podia dar-te uma lista. Com aqueles azulejos de fora é coisa que já entrou aliás no universo popular do anedotário escatológico que BC tanto aprecia. :)

      Naturalmente que estamos gratos ao brilhante arquitecto.
      abç

      Eliminar
  4. Koba,

    Bem, obrigado pela referência.
    Muito boa a 1ª parte do post, no que diz respeito ao texto sem foto. Compreendo totalmente (aliás, só coloquei uma foto no meu porque estava desfocada).

    Seguindo as tuas notas:
    1. Gosto de jogos à tarde. 17h parece-me uma boa hora. Confesso que gostei de chegar a casa antes das 19h.
    2. Totalmente de acordo. Mas no sistema táctico há jogadores que são diferentes, podendo conferir dinâmicas também distintas. Em vez de Adrien, colocaria Mané, Martins, Gauld ou Nani. E só um avançado.
    Percebo o que diz o Mike, mas também há a parte psicológica. E não ter um avançado no banco pode condicionar. Daí perceber que Tanaka esteja no banco (até porque acho que não tem qualidade para ser titular).
    3. a exemplo que dás do Rui Pedro é claro sobre a (falta de) qualidade do forcado. E uma não vitória ontem seria um murro no estômago difícil de sarar.
    4. Cédric não tem estado bem nesse aspecto. Parece que perdeu algumas qualidades. Ele lance é digno de um Rojo que remata quase do meio-campo.
    Relativamente ao Cédric, partilho algumas ideias aqui mencionadas pelo RMSCP. Se é para mudar, que seja para o Esgaio (Miguel Lopes NÃOOOO!!)

    Vamos ver o que Arouca nos reserva (bem lembrado, não é a Académica).
    E olha que este jogo de 4ª feira pode ter consequências imprevisíveis se não resultar na nossa qualificação para as meias-finais da Taça da Liga.

    grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem diria, Cantinho, que esta vitória com sabor a pouco se transformaria na melhor jornada do campeonato, para nós, desde há muito tempo. Os adversários mais próximos perderam fora ou empataram em casa. Melhor seria difícil...

      Lembrei-me de ti quando ao minuto 90 Miguel Lopes vem disparado que nem uma flecha fazer uma falta (e oferecer uma bola parada à Académica) sobre um jogador que estava coberto por um colega de equipa.

      Como sabes para mim a Taça da Liga não conta. Não gosto de perder, quero sempre ganhar e a consequência de ganhar o jogo de 4ª é o apuramento. Mas se o Sporting alinhar com a equipa que tem alinhado, fizer um bom jogo e não se apurar, por mim está tudo OK.

      abraço

      ps: quanto ao avançado no banco, se jogássemos com 2 não haveria nenhum, nem na equipa B. Agora que o Rubio está de volta (e enquanto não regressa o Slimani) pode ser opção, mas a verdade é que só rendeu num modesto clube da Noruega...

      Eliminar
    2. Esta vitória complicada podia ter sido mais um empata e, agora, estávamos a chorar.
      Todos os jogos têm de ser jogados nos limites.
      Sabemos que jornadas destas tendem a rarear (aliás, basta ver a arbitragem em Paços para perceber que só muita trave é que trava o SLB), mas ainda vão acontecendo.

      Percebo a tua óptica da Taça da Liga. O problema é que CS tende a empolar uma eventual eliminação (somos os 1ºs do Grupo e jogamos em casa, não se admite o contrário). E muitos adeptos vão pela CS (resultados) e não pela exibição e crescimento dos jogadores.

      Quando o Miguel Lopes entrou, levei as mãos à cabeça. Ele fez questão de confirmar os meus receios...

      E com a péssima saída de Esgaio para a Académica, com mais de 20 jogos ainda por disputar, o certo que Miguel Lopes vai jogar. Enfim, a minha confiança no alcance dos objectivos desceu, bastante...

      abraço

      ps: veremos como vem e como querem utilizar o Rubio. Não desgosto da ideia, para já.

      Eliminar
  5. O Leonardo Jardim também não acreditava na gestão dos amarelos e o resultado foi que empatámos com a Académica em casa e ficámos sem o William para o derby. Se fosse apenas uma questão de lógica matemática bastaria analisar a relação entre a probabilidade de não ganhar em Arouca sem Jefferson e Nani e a probabilidade de perder em casa com o carnide sem Jefferson e Nani. Se a segunda probabilidade fosse superior à primeira a decisão de limpar os amarelos com o Arouca teria sido a correcta. Como felizmente o futebol não se compadece com estas lógicas podemos continuar a argumentar sendo que após o derby ou após o jogo de Arouca efectuaremos os famosos "prognósticos após o fim do jogo". O que me chateia mesmo nisto é que boa parte dos amarelos vistos nestas séries de 5 são por protestos.

    Quanto ao Cedric episodicamente continua a efectuar este tipo de cruzamentos mas pelo menos as bolas não vão parar à bancada o que é uma vantagem relativamente a outros laterais direitos do plantel. E quais são as alternativas? Geraldes, que não passa do meio campo, ou Miguel Lopes (o das bolas para a bancada)? Esgaio tem mais critério em posse mas defende pior e não tem a velocidade de Cedric, que continua a ser o melhor lateral direito do nosso plantel.

    Adrien pareceu-me ter jogado mal, mas apesar das críticas nos blogs da moda onde se sugere que não sabe fazer cobertura defensiva, a verdade é que o SCP sem Adrien interrompeu uma série de jogos sem sofrer golos para a liga e concedeu oportunidades em barda ao rio ave, muitas mais do que as que tinham sido concedidas em braga. Mas concordo que podia ter saído mais cedo tendo em conta o 8-2-0 da Académica.

    Quanto à má forma de Mané (ainda assim melhor que o Capel dos últimos meses), é promover o Gelson à equipa A para ver se a concorrência o espevita.

    Off topic: Lucas João impressionou-se nos poucos minutos que jogou contra nós na Madeira e desde então tem marcado uns golitos mas confesso que nunca tinha ouvido falar dele antes. Acham que tem potencial para um grande ou seria mais um Cisssé?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tugarão, tem toda a razão, mas atenção que o meu ponto é mais "psicológico" do que outra coisa. Estamos objetivamente a faltar ao respeito ao Arouca. O Emanuel vai usar esse discurso para motivar os jogadores. E em caso de um resultado menos positivo a imprensa vai cair em cima de nós por termos desprezado o Arouca. Podíamos ter sido mais discretos, apenas isso. O discurso para o Jefferson podia também ter valido para o Nani, por exemplo.

      Note que a minha crítca ao Adrien não é por aí, até porque não tenho a capacidade de observação desses bloggers. A minha crítica é só uma: acha-se melhor do que realmente é, o que faz com que, por exemplo, no jogo de Domingo, não tenha acertado um passe em profundidade, porque queria sempre dar aquele toque de clase que ele acha que tem. Para não falar das bolas que perde quando tenta fintar o adversário direto... No jogo com o Rio Ave, o Marco errou - é o André Martins no lugar do Adrien, o João Mário só nestas fases em que estamos à procura do resultado e temos que arriscar mais.

      Lucas João pareceu-me um Lufemba, mas fiquei impressionado com o golo que marcou ao Moreirense (embora seja verdade que ninguém lhe saiu ao caminho). A rever.

      Eliminar
  6. Cantinho, peço-te que mantenhas a calma: foradejogo08.blogspot.com [basicamente diz que Miguel Lopes fica até final da época e Cedric pode sair a qualquer momento]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esgaio emprestado. Tudo se conjuga para a titularidade de Miguel Lopes... É o fim da humanidade :(

      RMSCP

      Eliminar
    2. Aguardemos. O DD é uma posição curiosa em Alvalade, só nos últimos 2/3 anos tivemos à volta de 10 opções: João Pereira, Pereirinha, Cedric, Dier (adaptado mas jogou aí), Arias, Geraldes, Esgaio, Miguel Lopes...

      Mas quero aguardar. Percebo o teu ponto no tema Esgaio (a que acresce o que disseste no A Norte sobre a sua evolução nas mãos do Paulo Sérgio) mas, até agora, tenho gostado da nossa intervenção neste mercado de Inverno.

      Eliminar
  7. Antes uma vitoria sem foto que uma derrota com foto (do treinador a zurzir num jogador!) :)

    Z

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Z, 100% de acordo, prefiro sempre ganhar, mas acho que se jogarmos assim muito mais vezes fica difícil. Poderia ter sido o 4º empate estúpido em casa... Felizmente não foi

      Eliminar