05/11/2014

Ainda é possível

Hoje vai ser mesmo tipo telegrama (embora nem saiba bem o que isso é) só para não falhar mais um jogo mas o trabalho não tem dado para mais.

- Jogamos pouco, muito pouco ou quase nada;
- o Talisca é o maior! Pronto, está feita justiça depois de tudo o que tenho dito. Mas continuo a dizer, e hoje surpreendentemente até Jesus disse o mesmo, impressionante como o homem não pára de resolver e impressionante como dá tão pouco à equipa e tem tão pouca influência no jogo (fez praticamente metade dos passes do Enzo). Mesmo assim, esta noite foi o jogo em que mais o gostei de ver. O potencial é enorme e é óbvio que vai melhorar;

- Maxi é o melhor jogador do Benfica desta primeira fase da época. Regularidade incrível;
- grande Luisão;
- Júlio César foi o guarda-redes de equipa grande que o Benfica tanto precisa;
- André Almeida a defesa esquerdo é, no mínimo, sofrível. Devia a jogar a trinco mas face às opções para o lado esquerdo da defesa, até eu percebo que jogue naquela posição;
- Enzo e Gaitán de nível Champions;
- quase que ouvi no 3º anel o Samaris a soluçar que gostava era de jogar a 8;
- onde o anda o Salvio que decidia quase sempre bem?
- Derley tem que ser o titular na frente.
- o Jesus pensava que estava a jogar contra o Rio Ave quando decidiu jogar só com o Enzo e o Talisca no meio.Teve a sorte do jogo porque o Mónaco estava a dominar o meio-campo e o jogo;
- os árbitros de baliza são uns palhaços. Como se viu no jogo do Sporting na Alemanha, como se viu no jogo do Benfica na Alemanha, como hoje num canto óbvio a dois metros de um deles e no lance de Jardel em que há falta clara sobre o brasileiro e depois, não marcando a falta, há penalty ainda mais claro dele. Marcou canto. Ridículo.

Precisamos de um super jogo para ganhar na Rússia, mas até o empate pode chegar. O Sílvio, Amorim, Fejsa e Ola John que recuperem rápido. Estão a fazer muita falta!

Sem comentários:

Enviar um comentário