06/10/2014

Um esforço recompensado


A imagem diz tudo: foi em esforço que Fredy Montero regressou aos golos. Em posição duvidosa, o que "serve" dois propósitos, um para o passado e outro para o futuro: (i) o do passado, compensando golos anulados ao jogador que tinham sido obtidos em posição legal; (ii) o do futuro, condicionando as próximas arbitragens na análise dos lances do jogador (folhetim já iniciado no ano passado e recuperado este ano).

Sei que é um pormenor um pouco lamechas, mas gostei de ver que o primeiro a felicitar Montero, com genuína felicidade, foi Slimani. Demonstra que toda a equipa sentia este stress, incluindo o próprio concorrente direto.

De resto, Montero já com o Chelsea tinha entrado muito bem. Desconfia-se sempre dos jogadores que parece que andam a engonhar e jogam bem quando chegam à Champions. Montero em Penafiel demonstrou que não era nada disso - a verdade é que, sabe-se lá porquê (mas ainda bem!), recuperou a confiança. Não tarda, recupera a titularidade. Seja no lugar de Slimani ou ao lado deste.

Parece injusto colocar em causa a titularidade de Slimani, que resolveu o jogo com dois golos. Mas isto é lógica pura. Na primeira parte, Slimani deu seguimento (com qualidade, de primeira, bola jogável, etc.) a uma jogada de combinação, que resultou na melhor oportunidade do Sporting. No demais, os colegas não o procuram dessa forma, ou não o procuram tanto como procurariam Montero. Como Slimani se posiciona onde o seu jogo mais rende (como aliás é natural), os colegas acabam por ter a tentação de o procurar na área. Essa forma de atacar não é a melhor para a equipa e arruína inúmeras jogadas, mas lá acabou por resultar - essencialmente porque o cruzamento saiu perfeito, a defesa estava desequilibrada (lá está a relevância de mais gente na área), o defesa que disputa o lance atacou mal a bola e, last but not least, Slimani antecipou-se muito bem. Mas esta solução não vai funcionar sempre. Já as do terceiro e quarto golos, é mais provável que funcionem. Reformulo: a do terceiro sim, a do quarto, convém mesmo que seja o Nani a finalizar,..

Do mesmo modo, parece injusto apontar o dedo a Marco Silva, que mudou o jogo ao minuto 56, pela equipa que apresentou (ou melhor, pela forma como essa equipa estava montada). Mas a verdade é que o meio-campo na primeira parte não esteve no seu melhor. Creio que Marco Silva pôs João Mário no lugar de Adrien quando o que os adeptos vêm pedindo é André Martins no lugar de Adrien (que, por sinal, até entrou muito bem). A rever.

Notas ainda para Patrício (mais uma vez espetador sem pagar bilhete), Paulo Oliveira (que esteve bem e mostrou que já podia ser titular há mais tempo, apesar de tudo) e Naby Sarr (mais uma galga inacreditável na primeira parte...).

Não quero terminar sem dizer que Nani está mesmo muitos furos acima daquilo que os adeptos do futebol português merecem.

5 comentários:

  1. Em termos de momento de forma de jogadores eu diria mesmo que a minha equipa seria esta:

    -------------- Patricio
    Cedric P.Oliveira Mauricio J.Silva
    ---------- Adrien J.Mário
    Carrillo ----- Montero ----------- Nani
    --------------- Slimani

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende do adversário - por ora, nos jogos contra adversários de "outro campeonato", parece-me bem. Mas se for o sistema que o treinador vai colocar em prática nos próximos meses, quem sabe não pode mesmo ser utilizado, lá mais à frente, contra adversários de outro calibre.

      Nunca ligo à Taça Lucílio mas estou ansioso para que chegue - foi nessa competição que o Mané foi lançado a titular na época anterior, passando a ser mais uma opção credível para o plantel. Se o Tobias Figueiredo tiver uma oportunidade, pode ser que.....

      Eliminar
  2. Koba,

    não sei o que raio se passa com o Andre Martins, anda uma sombra do jogador que poderia ser. O Sporting tem 2 falhanços inacreditáveis que não podem voltar a acontecer, assim como o de João Mario contra o FCP.
    Nani e Carrilho tinham a obrigação de por a bola lá dentro e evitar assim que o jogo só ficasse resolvido aos 75 minutos.
    Em relação à Taça Lucilio, o presidente tem de cumprir a palavra: só podemos jogar com juniores e equipa B, isto se o regulamento permitir mas acho que há regras qto a titulares etc etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem lembrado, Metralha. Espero que isso não tenha implicações no rendimento dos que mereciam uma oportunidade minimamente séria.

      Quanto ao André Martins, reconheço que sou influenciável por alguns experts. E esses dizem-me que considerando a posição em que está até tem feito pela vida. Olhando às qualidades que tem, parece-me inegável que não as vai utilizar na plenitude na posição em que jogava com o Leonardo e mesmo com o Marco.

      Quanto aos falhanços, no do Carrillo não foi assinalado fora-de-jogo?

      Eliminar
    2. Koba, o João Mário tbem é um 8 e a 10 joga mto, assim como a 6. O André tbem devia fazer o mesmo, mas esconde-se do jogo e cai ao primeiro contacto. Os árbitros ao Sporting não marcam esses contacto e ele já o devia saber e precaver-se qdo a bola lhe chega....
      Acho que a do Carrillo não foi marcado fora de jogo precisamente pq ele não estava off-side :)) está o defesa que sai ao cruzamento do jefferson a pô-lo em jogo.

      Eliminar