15/09/2014

A solução é "simples"

Já o tinha dito antes de ir de férias:

Patrício
Cedric (Esgaio)
Jefferson (Jonathan)
Maurício (com um melhorzinho ao lado pode ser que se oriente)
Tobias
William (Adrien)
Martins (João Mário)
Nani (ao centro)
Carrillo
Mané
Montero

Há mais futebol do que no final da época passada. Mas há dificuldades na construção (com aqueles centrais, enfim...) e com Slimani por ali há inúmeras jogadas que ficam por fazer. Paradoxalmente, a eficiência do final da época passada tinha a ver com o pouco futebol que se jogava: arriscar pouco, bolas nas alas, Cedric, Jefferson, Capel, cruzamento, Slimani.

Agora joga-se mais, mas os protagonistas têm que ser outros, precisamente porque há futebol para isso.

Marco, esquece lá os preconceitos com as idades e as experiências (será que é isso? o Sarr é mais experiente do que o Tobias?) e esquece lá a suposta eficiência do Slimani (e olha que se há tipo resultadista sou eu, mas já cheguei à conclusão de que o Slimani é para entrar quando é preciso resolver problemas que ele nunca conseguirá resolver sozinho jogando 90 minutos!).

Se não o fizeres, vai ficar a ideia de que a tua performance é inferior à do Jardim, quando o que eu vejo é precisamente o oposto. O Jardim tinha os protagonistas certos para um caminho que eu considerava errado, mas que reconheço que chegava para o campeonato português; tu estás no caminho certo com os protagonistas errados!

A solução é simples: novo casting!

PS: Com uma defesa composta por Esgaio (adaptado), Jefferson (fraco a defender), Maurício (é o que é) e Sarr (nem comento), o Sporting empatou na Luz sofrendo apenas um golo. Eu se fosse benfiquista ficaria agora com duas dúvidas:

1ª - "porque será que passamos a vida a bater no Patrício?"
2ª - "o verdadeiro Benfica é mesmo este de Setúbal?"

7 comentários:

  1. Koba,

    é isso mesmo, tá tudo aí.
    E eu ainda colocava o Rossel ou o J. Mario no lugar desse 2º central, especialmente nos jogos em casa.
    Com o Belém, com Montero no 11, teria-se criado o dobro das oportunidades, especialmente na 1ª parte (não estou a dizer "golos", porque isso não se pode nunca saber, mas oportunidades, sim).

    É como disse um amigo meu, "é um crime o Sarr partilhar o mesmo campo que o Nani".

    Se Marco Silva acha que a melhor forma de ganhar é cruzamentos para o Slimani, então pode ir embora, porque nem à Europa vai.
    Se voltar à formula da pré-época, o futebol será justo para ele e para nós.

    abraço

    (mais do que o resultado, o que me deixou triste e preocupado foi perceber que a fórmula está errada).

    Patrício é grande!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho, é que é isso mesmo, o dobro das oportunidades ou pelo menos de jogadas decentes. O rapaz (Slimani) não tem culpa, simplesmente os outros que andam ali (Nani, Carrillo, Martins) sabem que não podem contar com ele, nem tentam...

      O Sarr é aquele central que precisaria de estar emprestado 1 ou mesmo 2 anos e depois logo se via. Francamente escapa-me como é possível ser titular, o Paulo Oliveira nos treinos deve ser mesmo muito fraco. Há que ter coragem e lançar o Tobias. E se o Maurício for o que vi na primeira parte no Sábado, eventualmente há que pensar em Tobias & Paulo Oliveira.

      A confiança do Montero deve estar em alta...

      Abraço

      Eliminar
  2. Concordo plenamente. Tirando os centrais, o Sporting até tem um bom plantel, com muitas soluções para diferentes momentos de jogo. Se o objectivo é jogar pelo corredor central com passes rápidos ao primeiro toque, Slimani não pode jogar pois não tem pés para isso. É preciso perceber que o Slimani é um "pinheiro" e que só sabe meter a bola lá para dentro. Não estou a dizer que é um mau jogador, mas é um jogador que só pode ser usado num determinado contexto (quando o golo não aparece e a aposta passa por jogo directo).

    Em relação a Marco Silva, dá para ver que o Sporting, em termos de construção de jogo está muito acima da época passada. Como dizes, Koba, ele apenas precisa de trocar o casting!

    RMSCP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. RMSCP, seria bom que já amanhã víssemos algumas destas alterações porque infelizmente o Marco Silva, a avaliar pelo que vou lendo aqui e ali, tem que mostrar resultados a breve prazo...

      Eliminar
    2. Esse é que é o meio receio. A blogosfera leonina encheu-se, de repente, de profetas da desgraça.

      Esperemos que uma exibição convincente frente ao Maribor acalme os ânimos.

      Cumps,
      RMSCP

      Eliminar
  3. O problema com Marco Silva é que ele deve estar com receio de arriscar noutros jogadores com "menos nome" e depois os resultados continurem sem aparecer. Por mim o 11 em casa contra equipas pequenas seria sempre este:

    -------------- Patricio
    Cedric Mauricio Saar Jefferson
    ------------------ William
    Carrillo --------- A.Martins ------- Nani
    -------------- Montero Tanaka

    Podem-se discutir os elementos na defesa, mas acho que este 4-1-3-2 se aplicava bem. Com Montero a vir atrás buscar jogo e os outros 3 do meio-campo a ajudar a construir, isto seria mais perigoso para os adversários.
    Contra equipas mais fortes não seria assim, obviamente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mike, sim, é outra hipótese que não me chocaria minimamente, mas acho mesmo essencial discutir os elementos na defesa, com essa dupla temo o pior...

      Eliminar