25/08/2014

Notas (24 horas antes de partir de férias)

1. O Sporting ganhou ao Arouca depois de fazer um jogo fraco. As exibições não têm convencido e creio que tal sucederá porque algo está a mudar e não é fácil incutir mudanças numa equipa rotinada num tipo de futebol que, apesar das debilidades, era eficaz. Marco Silva tem um trabalho difícil pela frente, mas creio que é capaz. Mantenho que é treinador para o Sporting e faz-me um pouco de confusão ler por aí fora que é o lugar do treinador que está em causa. Desde logo, porque tem dois jogos realizados no campeonato (recordar que os últimos dois campeões já tinham perdido ao segundo jogo realizado para o campeonato...); depois, porque só agora começam a surgir jogadores que melhoram a equipa relativamente a 13/14 (e convenhamos que, na segunda volta do ano passado, o Sporting foi mais eficaz do que propriamente competente); por fim, porque nalguns casos, que topo a léguas, a conversa de responsabilização do treinador tem apenas por objetivo começar já a preparar o terreno para encontrar um bode expiatório no caso de as coisas não correrem particularmente bem.

2. Onde o Marco Silva me preocupou foi em algumas declarações no final do jogo. Quando se falou do excesso de cruzamentos, o treinador pareceu dar a entender que, sendo o Sporting forte pelos corredores, não faz sentido não explorar isso mesmo. Acrescentou que "com a dificuldade que é ganhar a linha de fundo, quando a ganhamos temos que cruzar". Marco, meu caro, três notas:
- por um lado, convém entender que essa era uma das debilidades na época passada, que acabou por levar à titularidade do Slimani, avançado eficaz mas que pouco contribui para a qualidade do jogo da equipa (e ver-te a suspirar pelo Slimani assusta-me...);
- por outro lado, o Arouca jogou com 2 laterais em cada lado, precisamente porque sabe que apostamos tudo nos corredores. Será que os restantes adversários vão conseguir anular-nos pondo 2 DD e 2 DE em campo, porque não temos alternativas ao jogo pelos corredores?
- por fim, creio que o que está em causa não é o cruzamento em si. Tive há tempos uma discussão neste blog sobre isso. O problema é que o cruzamento normalmente é um balão para a área onde se encontram os centrais e laterais contrários mais o Montero, o Martins, o Nani, o Capel, o Carrillo... Ou sai mesmo perfeitinho ou a probabilidade de golo é baixa, digo eu. Claro que até agora marcámos dois golos assim, os únicos que conseguimos até agora. Mas, se queres mesmo saber, isso dá-me mais preocupação do que descanso. Porque ainda nos vamos convencer que assim é que vamos lá.

3. O caso Nani é simples: Nani decidiu ultrapassar o Adrien na marcação (já antes, logo aos 12 minutos, "tirou" um livre ao jeito do André Martins e mesmo do Montero - sendo que não me lembro de ver o Nani marcar um golo de livre, mas a minha memória pode estar a falhar); ninguém o contestou porque é o Nani; falhou o penalty, o que pode acontecer a qualquer um (mas não é aceitável que faça a paradinha, o árbitro permita e não espere que o GR caia); o Marco Silva já disse que não volta a acontecer. Ponto final.

4. Slimani reintegrado mas creio que será transferido. Montero anda algo desinspirado mas convém perceber que o golo vai aparecer. Tanaka é uma boa opção para outra dinâmica mas a titular tenho dúvidas...

5. Face à exibição de Rosell (fraca), poderíamos sentir-nos tentados a arriscar na Luz uma alteração na estrutura da equipa. Não concordo. Em primeiro lugar porque (a menos que seja transferido ou esteja em vias de o ser) William regressa. Depois porque o Benfica é de outro calibre. Por fim, porque o Benfica pode alinhar com apenas 2 médios, o que nos daria superioridade nessa zona. Patrício, Esgaio, Jefferson, Maurício, Sarr (enfim...), William, Adrien, Martins, Carrillo, Nani, Montero. Não inventar.

6. Mas o 11 que gostaria de ver na jornada seguinte seria: Patrício, Cedric (se não estiver disponível, Esgaio), Jefferson, Maurício, Tobias, Adrien, Martins, Carrillo, Mané, Nani, Montero (com Nani atrás de Montero).

7. Continua o deboche na seleção nacional. Agora pré-convocou o Rui Fonte, do Benfica B, que se não me engano no ano passado era suplente do Funes Mori, jogador que o Benfica despachou em alta velocidade para a Turquia. Se os critérios são estes, pergunto: porque não o Tomané, do Vitória de Guimarães? porque não o Rafael Lopes, da Académica? porque não o Manuel Pinto, da AD Grijó?

Esclarecimento (e obrigado a quem alertou): "recordar que os últimos dois campeões já tinham perdido ao segundo jogo realizado para o campeonato..." refiro-me aos últimos dois treinadores do Sporting que foram campeões, o Inácio e o Bölöni. O primeiro perdeu em Alverca, o segundo no Restelo.

2 comentários:

  1. Koba (tb em vésperas de férias), vamos lá:

    1.Não acho que o jogo do Sporting tenha sido tão fraco. 1ºs 20 minutos e a 2ª parte até à saída de Martins e Nani foram boas (para esta fase da época) e com ocasiões suficientes para ter um jogo tranquilo.
    "a conversa de responsabilização do treinador tem apenas por objetivo começar já a preparar o terreno para encontrar um bode expiatório no caso de as coisas não correrem particularmente bem." - nem mais, é isso mesmo. Sabemos bem de quem não será a culpa.

    2. Nada a acrescentar. Acreditar que a solução é Slimani e o típico jogo para ele (basta falar com muitos sportinguistas ou ler alguns blogs para ver que há muita gente que acredita nisso) é meio caminho andado para o insucesso.

    3. Só acontece ao Sporting. Um jogo conseguido de Nani podia estragar uma época com aquele lance. Valeu Mané (e a ousadia de Marco Silva que arriscou muito, com o que tem).

    4. Vai embora. A sua atitude não pode ser exemplo. Montero está perto do golo. O que é preciso é Mané em campo.

    5. Rossel esteve mal na construção e William vai embora. Há um problema? Há. Devia-se ir ao mercado? Não (mas o Inácio vai - está-lhe no sangue)! Recuo de Adrien e utilização de João Mário. No 11 para a Luz, mudava o "(enfim...)" para Maurício, pois Sarr é bem melhor que este (mas percebo que este jogue). O 11 da jornada seguinte andará por aí, também porque não haverá (jamais) William. Aliás, este já não jogará na luz (quem comprar não vai deixar ele jogar, nem ele quer jogar). Jogará Rossel.

    7. Normal. Hoje todos os jornais e sites de desporto vão escrever e falar de Rui Fonte, associado a Benfica. Já valeu a pena. Valorizou-se, associado a uma marca. Está aqui está no Valência, Mónaco, Corunha (já não há Zaragoza) ou Atl. Madrid. O trivial.

    Esclarecimento: confesso que estou confuso, pois não me lembro do calendário. Referes-te às 1ª e 2ª jornada, ou a jogos do campeonato? Pois o Inácio entrou à 3ª ou 4ª jornada (Materazzi era o treinador e lembro-me que empatou nos Açores e em casa com o Estrela) e recordo-me de uma vitória com um golo no último minuto do Vidigal em Alvalade (Guimarães?) no seu 1º jogo (para o campeonato, pois o seu 1º jogo foi a 2ª mão da UEFA contra o Viking, com vitória por 1-0). Não me lembro se perdeu a seguir.
    O Boloni venceu o Porto na 1ª e, como dizes, perdeu a 2ª no Restelo, a 3ª em casa com Alverca e a 4ª empatou em Leiria, só voltando a vencer na 5ª, em casa, com o Gil Vicente.

    abraço e boas férias

    ps: vergonhosa a entrevista de Ruben Semedo, hj, ao Record, bem como é vergonhoso o aproveitamento deste caso por parte do Record. Ainda estou à espera da entrevista do Bernardo Silva e dos 2 jovens (vice-campeões europeus de júniores) que foram para os EUA jogar.
    ps2: vergonho o Jesus ontem a dar indicações aos suplentes que iam entrar. Aquilo é expulsão?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cantinho,
      Vamos ver se a memória não me falha porque já fui em busca de calendários da época e não encontro. O Inácio entrou à 6ª jornada. Antes disso, Materazzi tinha tido 3 empates (Santa Clara 2-2 fora, Gil 1-1 fora, Estrela 1-1 em casa) e 2 vitórias (Setúbal 2-1 casa e Farense 3-0 fora). Inácio entrou, ganhou ao Boavista em casa (2-0) e perdeu em Alverca (1-2). Essa vitória a que te referes foi sobre o Campomaiorense, não estou seguro que tenha sido logo a seguir ao jogo de Alverca, mas creio que sim.

      Um abraço e boas férias!

      Eliminar