28/07/2014

As dúvidas continuam

Sentado de novo na minha cadeira (não é de sonho mas gosto muito dela) e repetindo o hábito das últimas onze épocas, tive a oportunidade de ver pela primeira vez este novo Benfica ao vivo. As expectativas eram de facto bastante baixas, o que não é surpresa alguma por força das ausências, das saídas, dos reforços mas também das últimas exibições e resultados.

A primeira conclusão é que também não está assim tão mau como muitos querem fazer parecer. Apesar da derrota e mesmo sem a dupla de centrais que deverá ser titular (Luisão e Jardel), não se pode dizer que foi uma má exibição. Como ainda é bastante cedo para avaliar o desempenho da equipa, uma vez que há muitos jogadores novos que naturalmente ainda não assimilaram as movimentações que Jesus pretende, prefiro olhar para os desempenhos individuais. Como muitos de nós, também tenho a mania de que apenas preciso de alguns toques na bola e movimentações para perceber se é jogador ou não, mesmo quando já tive casos em que errei completamente (dos quais destaco o Luisão de quem disse, nos primeiros jogos que vi dele, que era um cepo do pior que já tinha passado pelo Benfica). Mesmo tendo a noção de que é ainda bastante cedo para avaliações, aqui vai:

- Artur: como disse no post anterior, parece sempre que podia ter feito mais qualquer coisa nos golos sofridos. Neste jogo não foi excepção. Não inspira confiança;
- Benito: foi o reforço que mais gostei contra o Marselha mas neste jogo não se viu. Ao vivo deu para perceber que anda completamente perdido entre o centro da defesa e a linha. Não está a ser fácil a adaptação táctica mas continuo a achar que sobe bastante bem e que tem grande disponibilidade física;
- César: não tinha gostado no jogo anterior e neste gostei ainda menos;
- Ruben Amorim, Salvio, Gaitán e Lima em bom nível e Maxi assim-assim;
- Talisca: um ou outro pormenor mas ainda não parece ser o jogador que consegue jogar num meio-campo a dois;
- Cardozo: estava a jogar?
- João Teixeira: bom toque de bola, grande entrega mas demasiado franzino para a alta competição;
- Eliseu: em duas ou três jogadas percebe-se logo que mesmo com uns kgs a mais, está bastante à frente de Benito;
- Cancelo: confirma que tem tudo a nível técnico para ser um fabuloso defesa direito mas tem muito que apanhar na cabeça de Jesus para melhorar ao nível das decisões;
- André Almeida: já atingiu outro patamar na sua evolução como jogador. Acredito que vai ser bastante importante para a época do Benfica mesmo que não esteja no onze base;
- Ola John: espero que este seja o grande reforço do Benfica, especialmente se Gaitán sair. Grande técnica, cruzamentos perigosos, poder físico e o principal elemento desequilibrador da segunda parte. Continua por favor com essa mentalidade!;
- Derley: zero;
- Jara: obrigado por falhares o penalty e não deixares dúvidas;
- Bebé: trapalhão, desperdiçou um excelente cruzamento de Ola John e decidiu quase sempre mal. O que é mais preocupante num jogador de 24 anos...


Se me colocasse na pele de Jesus e com os jogadores que tem actualmente à disposição, mesmo com toda a razia, não teria grandes dificuldades em fazer um onze bastante forte para atacar o campeonato. No entanto, jogaria apenas com um avançado:
Artur, Maxi, Luisão, Jardel e Eliseu, Salvio e Ola John nas alas, Amorim, Talisca e Gaitán no meio e Lima. Se sair Gaitán é que fica complicado... 

Volto a dizer que, para além de Romero, tenho que esperar por pelo menos mais dois reforços para ficar mais confiante (três se sair Gaitán).

3 comentários:

  1. Ora aí está! A tão aguardada opinião do nosso Gorbyn…
    Também lá estive, na minha cadeira que tb não é a de sonho mas que me permite ver o jogo numa zona central  para que não me suscitem dúvidas por deficiente colocação.
    É um facto que por vezes somos injustos nas primeiras impressões sobre jogadores que não conhecemos. No meu caso, não foi o Luisão, mas sim outro que viria a ser por muitos anos o capitão do Benfica e que, conjuntamente com Michel Preud’homme, levou o Benfica às costas: João Vieira Pinto. Achava eu que não iria singrar no meu Benfica. Ainda bem que me enganei.
    Mas relativamente às caras novas, que só lá mais para a frente, saberemos se são ou não reforços, tenho também a minha opinião.
    - Artur: Não inspira confiança? Mas que confiança pode ter um GR que todos os dias lê sobre novos nomes que vão chegar? Sinceramente acho-o um bom GR que tem que ganhar confiança, isso sim. Do pouco que conheço do Romero (Mundial) não me parece melhor GR. Talvez nesta altura possa ter mais auto estima que o Artur.
    - Benito: Parece ter pujança física para o vai vem necessário a um lateral que jogue no Benfica. Boa estampa atlética mas talvez sem grandes adornos técnicos e demasiado rectilíneo . A rever.
    - César: Em desacordo completo. Vejo ali um central rápido. Boa estampa atlética e bons pés. Não podemos esquecer que veio do Ponte Preta! Isto tudo para ele é grandioso e diferente. Tenho a certeza que estará ali um bom DC, o JJ encarregar-se-á disso, acredito.
    - Ruben Amorim, Salvio, Gaitán, Lima e Maxi, aqui mais uma vez a opinião Gorbyn é sustentada pelo que lhe conhecemos do passado, porque se fossemos rigorosos e se apagássemos da memória o que já fizeram, diríamos deles o mesmo que dizemos de alguns novos. Amorim demasiado preso e sem frescura. Não conseguiu controlar os jovens irrequietos holandeses. Salvio com boas iniciativas e com o mérito de assumir o um para um quando ainda sente as pernas a pesarem. Gaitán não esteve bem. Falhou em demasia em lances que costuma resolver bem e com golos. Lima e Maxi ainda sem frescura física;

    - Talisca: Será um grande jogador. Só pode. Mais um que vem de uma realidade completamente distinta, habituado a jogar a outra velocidade. Se conseguir ter pulmão e ganhar um pouco mais de agressividade, será um box to box de referência mundial ;

    - Cardozo: Dá pena de ver jogar
    - João Teixeira: Tem-me impressionado muito este miúdo. Claro que é demasiado franzino e por isso estará já a fazer treino específico para ganhar cabedal;
    - Eliseu: Se conseguir ganhar condição física para jogar em alta competição, será sem dificuldade dono do lugar e penso até que ganharemos em relação ao antecessor, que jogou naquela posição o ano passado;

    - Cancelo: Boa atitude. Nervo à Benfica, mas domina ainda os posicionamento de DD sobretudo nos processos defensivos. Aprenderá com o mestre. Tem que ganhar cabedal.

    - André Almeida: Foi o jogador mais esclarecido e mais próximo do seu rendimento habitual. Revela uma maturidade grande e nunca treme. Poderá ser o nosso 6 até regressar o Fejsa ou chegar um reforço de peso.

    - Ola John: Acredito que vais ser o ano do John. Concordo com tudo o que foi escrito mas acrescento que, porque para o adepto típico isso é mais difícil de visualizar, está mais disciplinado tacticamente e disponível para ajudar em tarefas defensivas, tão do agrado do JJ e tão necessário no futebol moderno.

    - Derley: Depois de mais adaptado à equipa, será muito útil. É minha convicção
    - Jara: Será aposta de JJ, com tempo, trabalha-lo como fez com o Rodrigo. De trás para a frente poderá ser útil. A questão é que está demasiado ansioso e a querer fazer tudo de uma vez só. Por isso falhou o penalty
    - Bebé: Chegou há dois dias…não entusiasmou mas penso que poderá ser útil. Junto à linha só num 4x3x3 a jogar contra uma equipa que jogue de igual para igual.

    AS

    ResponderEliminar
  2. Gorbyn, o que vai preocupando no ambiente à volta do meu Sporting, é que poucos percebam que esse 11 é tão bom, diria mesmo melhor, do que o nosso... A grande vantagem - essa sim, real - é que vocês nitidamente têm muito trabalho de casa por fazer. Mas treinador não falta, espero que hoje concordes comigo :).

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. AS,
    Artur já não tinha confiança na época passada quando ainda nem se falava de outros guarda-redes.Também quero acreditar que sim, mas não passa disso mesmo. Para já, do que se viu, César, Jara e Derley ainda não mostraram nada. Pelo menos o Talisca já mostrou qualquer coisa, mas para mim ainda foi pouco.

    Koba,
    Concordo contigo que treinador não falta. É um bom treinador. No entanto, acho que tem defeitos a mais para a posição que ocupa no ranking dos mais bem pagos. Acredito que há treinadores que estão abaixo da sua posição que fariam tanto ou mais do que ele fez em 4 anos com os plantéis que teve à disposição. Esta é talvez o ano em que lhe dão menos matéria prima mas talvez os adversários também não gozem de muito melhor. Veremos.

    Abraços

    ResponderEliminar