18/06/2014

Sporting TV [EDITADO]

Suspensão nos comentários ao mundial e ao Paulo Bento.

Apercebi-me da polémica relativa ao video promocional da Sporting TV neste post do Leão de Alvalade.

Pesquisei um pouco e encontrei a explicação aqui.

Independentemente das opiniões sobre a qualidade (concordo que está fraquinho), eu vi os dois videos e, a menos que haja alguma intenção de "associação" com o primeiro video, estamos perante um plágio DESCARADO [pode não se tratar de um plágio mas sim de utilização de imagens de que o titular é um terceiro, caso em que temos que admitir a possibilidade de ter sido obtida autorização para o efeito]. E infelizmente por esses tribunais fora não se aplicam os conceitos do Conselho de Justiça sobre intenções sem prejudicar terceiros...

Uma vez que vivemos (ou melhor: querem que vivamos) num unanimismo sem precedentes e numa lógica de endeusamento ao atual presidente, já li não sei onde que o video só passou porque BC "seguramente não viu o video" (logo ele que revê "todos os papeis e documentos"?!). Maravilhoso...

Pois eu digo para este presidente o mesmo que diria para qualquer outro: compreendo perfeitamente que não tome todas as decisões, que delegue noutros a adjudicação deste tipo de trabalho e obviamente entendo que nem ele nem ninguém da sua equipa se tenha apercebido do eventual plágio (espero que o presidente do Sporting tenha mais o que fazer do que perder tempo na blogosfera ou no youtube).

BC não é obviamente responsável por este disparate (ou melhor: politicamente até é; de acordo com os critérios dos seus apoiantes também é; mas de acordo com critérios de "normalidade" não é). A partir de agora, isso sim, é responsável pela correção desta situação, que aliás está a levantar grande indignação junto de muitos dos seus apoiantes mais radicais...

11 comentários:

  1. Um plágio é um plágio. Não há volta a dar. Mas, não custa admitir que Bruno de Carvalho não teve acesso ao vídeo promocional, embora ele tenha criado condições para que muitos sportinguistas o imaginem a consultar todos papéis e papelinhos! Daí a escrever-se que o BdC "seguramente não viu o vídeo" vai um passo!!!
    No entanto, há uma pessoa que já deveria ter dado um explicação: José Quintela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha o jarreta Zargo saiu do Camarote. Quando a Sporting TV estiver no ar, teremos oportunidade de saber como a TV dos jarretas que "estava" para ir para o ar se não estivéssemos chegado "aqui" (e o "aqui"=pré-falência fosse por obra e graça do "padre") seria muito melhor do que a TV que vamos ter.

      Mas isso felizmente nunca saberemos, porque senão continuava "quase" a ir para o ar, como esteve durante seis anos e assim mais vale ter uma TV, do que ter uma TV "muito boa" que nunca ninguém chegava a ver. Está a ver?

      Eliminar
    2. Zargo,
      Ainda que tivesse tido acesso ao video, BC teria todo o direito de achar que estava muito bom (eu não concordo e há muitos que não concordam, mas cada um pensa o que quiser). O que digo é que certamente não é "responsável" (nem ele nem ninguém dos órgãos sociais) pelo tema do plágio.

      Anónimo,
      Tenho por princípio não apagar comentários mas não posso aceitar que se refira a outros comentadores como "jarreta". Além de deselegante, é completamente desnecessário. Fica o aviso.
      Por outro lado, se efetivamente está interessado em discutir o tema, saliento que ninguém está a falar da qualidade dos conteúdos, apenas de um video promocional que tem todo o ar de ter plagiado um outro, situação aliás denunciada em blogs claramente afetos a BC. Não vejo, por isso, a necessidade dos "quases" e de mais uma (quando acaba isto?) referência ao passado.
      Pela minha parte, fico satisfeito que o Sporting tenha conseguido concretizar este projeto e espero que seja muito melhor do que os canais de clubes atualmente existentes.

      Eliminar
  2. Koba,
    a forma como coloca a questão parece-me correcta e achega do Zargo completa-a. O que este episódio revela é que houve uma falha grave no processo que levou à produção do vídeo até à sua publicação que urge corrigir para o futuro.

    Quanto aos insultos do anónimo, embora não me sejam dirigidos, não posso deixar de os lamentar. Se houve falhas no passado elas não justificam nem desculpam as actuais.

    Seguramente que não sou responsável por umas e por outras pelo que exerço o meu sentido critico como sócio em plenitude de gozo dos seus direitos.E até nem precisava de o ser para o fazer. Mas infelizmente este tipo de sportinguismo binário é cada vez mais popular e parece fazer carreira.

    ResponderEliminar
  3. Leão,
    Vejamos, a "falha grave" é o tema do plágio, porque o facto de o video ser fraquinho é apenas a nossa opinião. E quanto ao plágio, honestamente, eu se fosse BC ou Rebelo ou Quintela caía que nem um patinho porque não conhecia o outro video.
    SL

    ResponderEliminar
  4. Koba,

    nem sequer será plágio. Será um caso de utilização de imagens de vídeo (e respectivos direitos associados) de terceiro. Resta saber se foram autorizados pelo próprio.
    Se não foram, resta saber se tem conhecimento e se vai apresentar queixa a um tribunal pedindo a competente indemnização.

    ResponderEliminar
  5. Confesso que não reparei se as imagens eram exatamente as mesmas (caso em que concordo, não é plágio) ou apenas muito semelhantes (e agora não o vou conseguir fazer).

    Se forem as mesmas imagens, nem quero acreditar que não tenha sido autorizada a respetiva utilização.

    ResponderEliminar
  6. Koba
    São as mesmas imagens. A "cena" decorre em Los Angeles (pareceu-me reconhecer Hollywood Boulevard no vídeo original), comprimindo os 2.15 minutos em 1.00 minuto. Por exemplo, os 0.45 segundos do vídeo promocional da Sporting TV correspondem ao 1.50 m do outro vídeo. Talvez no vídeo da Sporting TV se acrescente uma ou outra imagem durante breves segundos, mas o essencial é plágio do outro vídeo.

    ResponderEliminar
  7. Zargo,
    Se são as mesmas imagens (e não meramente semelhantes), de facto não é um plágio, é utilização (abusiva?) de imagens de terceiros. Nós não copiámos nada, nós usámos imagens já produzidas por um terceiro. Se for assim, custa-me acreditar que não tenham sido obtidas as autorizações dos titulares das imagens originais. Creio que o tema será esclarecido em breve...

    ResponderEliminar
  8. Koba,
    percebo que não utilizei correctamente a expressão "plágio". Tem razão, resta aguardar.

    ResponderEliminar
  9. Koba,

    questões estéticas são subjectivas. Mas convenhamos que mesmo sem considerar o plágio ou uso abusivo de trabalho alheio, o vídeo não tem nada que o relacione com o Sporting e seu projecto televisivo a iniciar. Qual é o publico alvo e que promoção se pretende?

    É nesse sentido que ajuízo como uma falha grave, atendendo a que o Sporting paga a uma equipa de profissionais para fazer a gestão de conteúdos que até nós, os leigos, questionamos.

    Para muitos isto é desejar o insucesso do projecto. Para as pessoas razoáveis é uma critica mais do que justificada e ela mesma conducente a evitar erros iguais no futuro. Ou o melhor seria não dizer nada?

    É que não estamos a falar de um mero erro ortográfico num flyer, trata-se de um projecto há muito ansiado e merecido pelos Sportinguistas.

    Abraço

    ResponderEliminar