03/02/2014

Que desperdício...

Nem estou a falar do penalty já nos descontos. Estou mesmo a pensar na habitual incapacidade que o Benfica demonstra em aproveitar da melhor forma os deslizes do Porto. O jogo em Barcelos foi apenas mais um exemplo. 

É claro que há vários motivos para explicar este empate:

- um lamaçal disfarçado de relvado que tornava praticamente impossível jogar futebol. É verdade que estava assim para as duas equipas mas é óbvio que a maior qualidade técnica dos homens da Luz e a natural maior posse de bola fazem com que o Benfica seja muito mais prejudicado. O lance do Rodrigo é o melhor exemplo mas uma série de cruzamentos e passes mostraram exatamente o mesmo;



- um estúpido Siqueira que depois de levar com um amarelo por simulação, não deixou de fazer uma falta óbvia para o segundo;

- um grande frango de Oblak;

- alguns falhanços escandalosos de Cardozo e Rodrigo (mesmo considerando que este último estava a ser agarrado);

- um penalty falhado nos descontos. Depois da 6ª mini num café no Alentejo e com os nervos à flor da pele, logo acheidemasiado forçado. Depois de ver o lance com mais calma, mantenho a opinião mas não acho um escândalo. O Luís Martins corre paralelamente à linha de fundo, não toca na bola e vai contra o Djuricic (sem ser ombro com ombro) que tinha sido o último jogador a tocar na bola e que ia na direção da baliza . Se visse a mesma jogada, isoladamente e apenas com estes dois jogadores, noutro local do campo, marcava-se facilmente.


http://www.youtube.com/watch?v=vtgRNOpYvXI

Mesmo com este empate, o que me deixa com mais confiança acaba por ser a qualidade de jogo que mesmo com aquele relvado a equipa conseguiu apresentar, juntamente com uma entrega que começa finalmente a estar ao nível do que os adeptos exigem. Markovic demonstra isso mesmo nos processos defensivos, Gaitán está em grande forma, com grandes passes e arrancadas mas também com espírito de sacrifício e Rodrigo a jogar muito bem e cheio de confiança. Por outro lado, a teimosia em Maxi e Lima já irrita. Há Sílvio e André Almeida, há Cavaleiro para desviar Markovic para o meio e sobretudo, há Ruben Amorim ou mesmo André Gomes para jogar com um só avançado.

Olhando para o lado positivo, ganhámos um ponto ao Porto e mantivemos a distância para o Sporting. Acredito que o derby deverá ter mesmo grande importância para o que resta deste campeonato.





Sem comentários:

Enviar um comentário