23/09/2013

Valeram os 3 pontos

O jogo com o Guimarães é um daqueles momentos importantes da época em que se vence um jogo complicado, numa fase crítica, mesmo jogando bastante pouco. A equipa continua a não convencer pelo que, enquanto não estabiliza o seu jogo e não define o seu 11 mais forte, importa conseguir o essencial.

Quanto ao jogo, até à expulsão foi um jogo bastante físico e com poucos momentos de interesse. O Benfica esteve sempre mais dominador mas provocava pouco perigo. Depois da expulsão, teve o golo e pouco mais...

Destaques:
Para começar, mais uma vez o relvado de Guimarães estava num estado lastimável. Começa a ser hábito;
- Artur continua horrível a jogar com os pés;
- os laterais teimam em não trazer qualquer mais valia à equipa;
- Matic a 8 ainda não mostrou metade da qualidade que já evidenciou a 6;
- Fejsa é uma excelente contratação. Dá garra, velocidade e poder físico à equipa;
- Enzo esteve bem mas também prefiro claramente vê-lo no meio e Markovic esteve desaparecido mas também desequilibrador quando esporadicamente surgiu no meio;
- Cardozo voltou ao registo normal: não fez uma mas é dele o golo.
- Como é possível não marcar o penalty sobre Lima?! Dois foras de jogo mal assinalados quando Enzo ficava na cara do guarda-redes?! Tudo normal para um início de época...


Bom, de uma forma geral, parece-me que, com as recentes lesões, este Benfica agrega uma série de equívocos que estão a bloquear o seu potencial. A dupla do meio-campo que tão inesperada quanto eficazmente deu conta do recado na época passada, está desfeita. O melhor jogador do campeonato passado, mudou de posição. Markovic que aos 19 anos promete e muito a jogar no meio, foi encostado à linha. Percebo que a indisponibilidade de Gaitán e Salvio sejam problemáticas (podemos até incluir Sulejmani neste lote mas aqui já tenho algumas dúvidas) mas acho que Jesus está longe de tomar as melhores opções. Se fosse eu a ter a possibilidade de andar a dar safanões à polícia e sair com um abraço dos agentes da autoridade, optaria antes por:

- promover Cancelo à equipa A e apostar num verdadeiro defesa-direito que ataca como poucos. O que já o vi fazer na equipa B, abre boas perspectivas;
- jogar com Matic, Enzo e Markovic no meio. Matic é fenomenal a 6 e isso não se pode perder, Enzo é o verdadeiro box to box e Markovic é puro talento que não pode andar preso a uma linha. Fejsa terá que ser o 4º elemento que garante a rotatividade a Matic e Enzo sendo que ainda poderemos contar com Ruben Amorim. Djuricic ainda pensa que o importante é mostrar que aguenta a pressão dos adversários sem perder a bola. Anda perdido em campo pelo que tem que ficar mais tempo no forno até ser uma alternativa a Markovic;
- Nas alas arriscava, nesta fase de lesões, um desinspirado Ola John e a incógnita Sulejmani, embora preferisse recuperar Urreta e até arriscar o Ivan Cavaleiro; Gaitán demora muito?!
- Na frente Lima alternando com Cardozo.

No final, mais um episódio vergonhoso para o Benfica. Não dá para alegar rescisão com justa causa por ter um treinador que não respeita (no mínimo) a polícia mas também os seguranças que estão a fazer o seu trabalho e, desta forma, ir buscar já o gajo do Estoril?




1 comentário:

  1. Gorbyn,

    Eu não iria tão longe quanto ao Jesus, mas de facto aquilo foi lamentável. Uma vez mais louvo a lucidez das tuas palavras (nem esperava outra coisa!) em contra-mão com muitos que ontem e hoje aplaudiram o JJ por ter "defendido os adeptos"...

    Não sendo benfiquista, e querendo obviamente que o Benfica perca, tenho ainda assim que dizer que se as tuas ideias fossem aplicadas o Benfica ficaria mais perto de ganhar. Concordo a 100% com o que dizes. Sem prejuízo de o Enzo ter sido, a meu ver, dos melhores do Benfica, mesmo jogando a extremo.

    Abraço

    ResponderEliminar