19/08/2013

Mais um triste início

É desesperante e triste que o Benfica tenha chegado a um ponto em que ganhar um jogo na primeira jornada é desafio de dificuldade máxima. Que raio de mentalidade e preparação psicológica se faz para que os jogadores entrem sempre a tremer, com receios, presos de movimentos e sem qualquer alegria?! Para já, um agradecimento a quem manteve o líder deste grupo no banco quando se percebia que estes jogadores precisavam de um novo ciclo e esquecer todas as desilusões, incompetências e má sorte das últimas épocas. E se este líder queria mostrar que continuava aí para os disparates e inventanços, já o conseguiu!

É fantástico que num plantel desequilibrado e com um número excessivo de extremos/alas, o treinador, numa situação em que o titular indiscutível do lado direito não pode dar o seu contributo à equipa (Salvio), prefira desfazer a dupla do meio-campo de toda a época passada e que tão bem deu conta do recado (Matic e Enzo) para colocar o argentino no lado direito. Assim como também acho brilhante colocar o Djuricic na mesma posição de Markovic quando já se percebeu que têm características completamente diferentes e que o primeiro, ou ainda não está preparado/rotinado para aquela posição ou então que não é aquela a sua posição. Eu acredito mais na última e que a forma de jogar de Djuricic é mais propícia a jogar de trás para a frente e a definir as jogadas do que a procurar os espaços, desequilíbrios e a jogar de costas para a baliza.


Depois, o que já se tinha percebido nas laterais. Cortez é muito fraco sendo que apenas reconheço que tem fibra para as bolas divididas. Quanto ao resto, não vejo cruzamentos perigosos, velocidade na frente ou outro qualquer movimento ou passe relevante. No outro lado, Maxi está muito lento e previsível.

Enzo, com a mudança na segunda parte para o meio, ainda esteve bem mas depois queixou-se e desapareceu. Não percebo estas coisas. Faltava uma substituição e assim sendo, ou pode correr sem limitações ou dá lugar a outro! Este meio termo do "não estou bem mas dou umas corridas quando é preciso" é que me tira do sério! Para agravar ainda foi para defesa direito para correr mais um pouco, enviar uns cruzamentos para fora e fingir que corria atrás do gajo do Marítimo que fez o cruzamento para o segundo golo.

Artur, gostava mais de ti quando andavas nas meninas! Que bela merda de penalty! Mesmo não sendo 100% claro, para mim é penalty. Não chegava fechar a baliza e evitar o contacto quando o adversário simplesmente fugia para a linha? 

Mas o que me chocou mais foi mesmo a falta de vontade e garra! Depois do golo do empate oferecido, o Marítimo estava só à espera do murro do KO mas o Benfica era de uma lentidão e ineficácia aflitiva! Ou era o Ola John a parar o jogo e que teimava em não cruzar ou fazer um passe de primeira, ou o Rodrigo a passar para o vazio ou linha de fundo ou outro disparate qualquer...

Depois no final, as habituais desculpas e a passagem da responsabilidade para a arbitragem pois o homem faz sempre tudo bem. Juntamente com as assistências no Estádio, pode ser que as assinaturas da Benfica TV façam ver a LFV que o pessoal está mais interessado em vitórias do que em valorização de jogadores e em transferências (boas ou obscuras, tanto faz).

Sem comentários:

Enviar um comentário