06/08/2013

Alguns sinais preocupantes & Aditamento relativo a Reforços


Não, não vou entrar na logica absurda de considerar que estamos pessimos quando ate parecia que não estavamos nada mal. Estamos na pre-epoca, ha testes a fazer e pontas soltas a acertar. Tudo normal. Mas reconheço que fiquei preocupado com algumas coisas que ontem vi no jogo contra o West Ham.

O problema e que "algumas" são, na realidade, bastantes. Ora vejam:

(i) Coletivamente, a equipa raramente saiu a jogar de pe para pe... Muita bola direta, incluindo em pontape de baliza. Os centrais nunca conseguiram sair a jogar quando pressionados, Rinaudo não ajudou, Evaldo ainda menos, so Welder conseguiu dar uma ajudinha. Adrien e Martins bem tentavam recuar mas sem que os restantes, depois, criem linhas de passe para sair a jogar, fica dificil;

(ii) Defensivamente, foram demasiados disparates e uma total incapacidade de reagir ao jogo direto do adversario. Chegou a ser confrangedor perceber que qualquer livro do meio-campo ou lançamento lateral era na realidade um lance de perigo do adversario (e sofremos um golo assim);

(iii) Ontem, sim, o volume ofensivo foi quase nulo. Poucas bolas na frente, salvo na parte final, em que com maior presença perto da area se conseguiram desenvolver alguns lances razoaveis, mas graças a um futebol direto e ao recuo do adversario (e fossem Wilson e Cisse um pouco mais objetivos, ate teria dado para empatar...);

(iv) A postura de BC no banco foi qualquer coisa de incompreensivel. Em pe, ao lado do treinador?! A protestar com arbitros devido ao tempo de desconto dado num jogo amigavel?! Enfim, sera que esta na hora de BC assistir aos jogos a partir do camarote? E que duvido que Jardim ature esta postura muito mais tempo. E olhem que sou dos que não acredita (ha quem diga que não quero acreditar) que a gritaria junto do William no final do jogo foi uma reprimenda...

(v) Boeck, alem de jogar com os pes num nivel inferior ao de Rui Patricio (o que não e propriamente um elogio...), não esta a transmitir grande segurança à equipa (tambem para isto o tal GR experiente poderia dar jeito...);

(vi) Rinaudo esteve fraquissimo (para não variar) mas teve a "sorte" de William ter entrado com "pe-frio" e ter tido responsabilidades diretas nos 2 primeiros golos do West Ham. Tera garantido a titularidade na 1ª jornada graças aos erros do concorrente direto?

(vii) Andre Martins e Capel estiveram francamente desinspirados. O futebol direto, obviamente, não ajuda a que estes dois, em particular, possam dar à equipa o que têm de bom. E Chaby, na segunda parte, tambem sofreu com isso.

(viii) Montero anda com demasiada cerimonia na hora do remate (o lance do penalty foi elucidativo, assim como uma tentativa de chapeu que Jaaskelainen ate agradeceu). Diz-se que esta a chegar Slimani para o ataque. Cuidado rapaz...

Sinais positivos? Poucos. Welder esteve razoavel (mas desapareceu na 2ª parte), gostei de Adrien uma vez mais (talvez o melhor da equipa), Carrillo provou pela milesima vez que e o jogador desta equipa que pode fazer a diferença (muito embora as vezes pareça alheado do jogo... ha que insistir com Carrillo, treinar, treinar, treinar, procurar um envolvimento mais frequente deste jogador no jogo ofensivo e, acima de tudo, não desistir em função de erros ou assobiadelas), Wilson e Magrão mexeram com o jogo (mesmo estando o segundo completamente enferrujado) mas ja na fase de recuo do West Ham.

O melhor sinal de todos? Perdemos na pre-epoca. Sim, a derrota e um bom sinal. Porque permite identificar os erros e corrigi-los (assim haja tempo para isso...). A começar pelo erro de ter o presidente sentado no banco (e olhem que, se bem se lembram, estive do lado de BC em Braga). Percebeu-se ao principio, agora estamos a acordar para os problemas que essa presença pode gerar.

Amanhã, com o Braga, espera-se muito mais. E ja que todos recomendam 11, aqui vai o meu (que não seria necessariamente o 11 contra o Arouca ou contra a Fiorentina):
Boeck
Cedric
Dier
Rojo
Jefferson
William
Adrien
Magrão
Carrillo
Wilson
Montero

E venha o Braga para ver se isto anima um pouco, hoje o sportinguismo acordou algo deprimido.

ADITAMENTO

A loja tem MESMO que fechar. Como é que vamos "apostar na formação" a contratar jogadores para todas as posições? É que temos uma equipa B, convém lembrar.

Curioso verificar que quando eu disse que íamos contratar 6 jogadores, eu próprio achei que seriam muitos (e 3 deles eu aceitava preencher com recurso à equipa B!). Entretanto vieram Jefferson, Maurício, Cissé, Welder, Magrão, Montero e eu compreendi as opções, apenas insistia num GR caso Patrício saísse. Mas só oiço falar de trincos nigerianos, centrais brasileiros e PL para todos os gostos.

Claro que como sportinguista fanático, só espero que o Ogude seja uma máquina, o Kanu o novo Marco Aurélio e o Slimani seja um animal de área. Mas espero, também, que as entradas sejam acompanhadas de... saídas (Rinaudo? Rojo? Cissé?) sob pena de às tantas estarmos (i) a pagar a dois o que antes pagávamos a um (o que vai dar ao mesmo, ou pior) e (ii) a tapar quaisquer vagas que possam surgir para os jogadors da equipa B.

Sendo que, a 6 de agosto (!), eu ainda não percebi qual vai ser o nosso plantel principal!

Claro que se chegarmos a Janeiro e tudo tiver corrido mal, a solução é simples: transferir os caros "à papo-seco", promover os jogadores da B... onde é que já vi este filme?

Nunca mais chega 1 de setembro...

3 comentários:

  1. O ADITAMENTO é fulcral neste post (embora também me reveja nas notas ao jogo de ontem; e concordo que Marcelo deva jogar mais, pois tem muito para treinar).

    Saiu Arias, veio Welder. Quem ganha menos? Valem o mesmo, ou algum é melhor?
    Saiu Schaars, veio Magrão.Q uem ganha menos? Valem o mesmo, ou algum é melhor?
    Saiu Joãozinho, veio Jefferson (ok).
    Mauricio veio para o lugar de quem?
    Moreno para o lugar de Wolfs.
    Cissé veio porque não se pode ter só 1 avançado (ok).
    Os outros que se falam são para o lugar de quem?

    Afinal, em época de contenção, continua-se a mudar muito. E, se a isso, se juntar Evaldo, Salomão, André Santos, Wilson, William, as entradas são muitas, tal como as mexidas.

    Há poucos indícios de organização e de se estar perante um plano objectivo e que se segue à risca.
    Se, no próximo sábado, o Sporting continuar a evidênciar estas fraquezas, então a época pode começar muito mal.
    E aí já não haverá Godinho Lopes e seus pares a quem culpar e responsabilizar.

    ResponderEliminar
  2. Cantinho, se houvesse uma ideia e alguma organização, respeitaria todas as opções. Fui dos poucos a dar o benefício da dúvida à contratação de Magrão, por exemplo.

    Mas não consigo ver uma linha condutora nesta gestão desportiva... Ou então há algo que está por explicar e pode esclarecer muitas coisas (qual a estratégia desportiva por trás das renovações na equipa B?)

    Assim, somos todos levados a fazer algumas contas... Exemplos que ainda hoje discuti com um amigo sportinguista:

    1. Será que [o gasto mensal com] Slimani + Betinho + Rubio (por exemplo) [e ainda] + Bruma é igual, inferior ou superior a Slimani + Cissé + Montero + Rubio + Betinho - Bruma?

    2. Será que Kanu + Maurício é igual, inferior ou superior a Ilori?

    3. Será que Ogude + Magrão + Rinaudo [+ equipa B] é igual, inferior ou superior a André Santos + João Mário + Hugo Viana [+ equipa B]?

    ResponderEliminar
  3. Koba,

    No fundo, sabemos as respostas a essas perguntas.

    E continua-se a aguardar pelos detalhes do negócio Arias e Schaars.
    Onde anda Rubio?
    Porquê que Evaldo, André Santos e Salomão não estiveram na apresentação? Fazem parte do plantel? Qual? Contam?

    ResponderEliminar