17/06/2013

Rápidas

Parece que Bruno de Carvalho ganhou mesmo o primeiro round a Pini Zahavi no tema Bruma, resta saber se o processo de renovação acelera efetivamente ou não. Resta também saber se esta batalha serve para por Zahavi em sentido ou se, pelo contrário, põe o empresário em guerra ativa contra o clube, a começar já com Tiago Ilori (caso apesar de tudo menos preocupante porque Ilori tem contrato até 2015).

Steven Vitória assinou pelo Benfica. Confesso que estava com um feeling (pelos vistos errado) de que conseguiríamos nós este jogador. Como fui dizendo aos sportinguistas com quem discutia o tema, face às atuais circunstâncias e admitindo a saída de Rojo ou Ilori (ou até de ambos), Vitória seria uma boa contratação. Mas neste momento estamos assim: a disparidade é de tal ordem (poder de compra, oferta salarial, competições europeias, etc.), que a maioria dos bons jogadores do campeonato português prefere ser suplente no FCP ou no Benfica do que titular no Sporting. E a sorte foi termos sacado Jefferson rapidamente, caso contrário...

A novela Patrício está muito bem analisada hoje no Record (o jornalista "dá a cara" mas não assina, seguramente por lapso, será o Luís Sousa?). BC quis viver no melhor de dois mundos: preparar os adeptos para a saída de Patrício (assumindo implicitamente que a saída era inevitável) mas simultaneamente obter boas propostas (dizendo que não estamos em saldos). Ora, o povo sabe bem que sol na eira e chuva no nabal está reservado a milagres e ao mundo do sobrenatural. O que penso disto? BC começou a receber propostas e a perceber que, afinal, vender bem em assumido "estado de necessidade" não é assim tão fácil. BC está a dar os seus primeiros passos no mundo do futebol e é normal que corrija a rota de vez em quando. Mas, essencialmente, tem que fazer o seu trabalho em função do que é melhor para o Sporting e independentemente do que pensa a "minoria ruidosa" que o apoia radicalmente. Porque a maioria silenciosa que o apoia com sentido crítico percebe-o e estará ao seu lado se e quando ele precisar. Basta que ele a perceba também e o ambiente será muito melhor.

Ainda quanto a Patrício, quando leio por aí que transferir o nosso GR por 10M€ é um mau negócio fico estarrecido: ou as pessoas não conhecem o histórico do mercado na transferência de GRs ou avaliam o Rui Patrício (e a capacidade negocial do Sporting) de uma forma incompreensível. Em suma, não conhecem o mercado. Que fique claro: se Patrício sair por 10M€, eu acho que o Sporting conseguiu uma boa transferência face às suas atuais circunstâncias. Se sair por mais, acho que é uma transferência notável. Já vender ao Benfica (ou ao FCP) para levar com chassos que lá estejam desocupados (alguns deles por empréstimo), não obrigado

Continua-se a falar de alguns reforços para o Sporting mas nem vale muito a pena ir comentando... A algumas notícias, aliás, só posso atribuir natureza de deboche: cheguei a ler por aí que um jovem ganês desconhecido foi abordado pelo Sporting mas preferiu ir para o campeonato líbio (!), eh pá, francamente... estamos mal, mas há limites!

Sem comentários:

Enviar um comentário