02/02/2013

Duas chouricadas

Aconteça o que acontecer neste quarto de hora final, e independentemente da falta de reacção do Jesualdo a partir do banco, só o Sporting e que sofre estes dois golos no mesmo jogo...

2 comentários:

  1. Para se ter sorte é preciso fazer para merecê-la. O Sporting jogou na 2ª parte? Eu não vi nada...

    ResponderEliminar
  2. Caro Anónimo,

    Concedo. Nem interprete do meu texto que merecíamos ganhar em Vila do Conde (o empate seria justo).

    Mas já reparou que o Sporting perdeu 5 pontos nos 2 últimos jogos sofrendo 3 golos em ressaltos?

    É que nem se tratam de auto-golos de nabice, mas lances de puro azar. A sorte procura-se, é verdade. E se falarmos do segundo golo do Rio Ave (em que até admito que pudesse ser golo se a bola não batesse no Pedro Mendes), eu digo "ok, paciência".

    Já o golo do Vitória em Alvalade e o do Joãozinho em Vila do Conde... Nós não fomos à procura da sorte? Em Vila do Conde, talvez não. Mas também não justificámos, nestes dois jogos, o azar que se calhar merecíamos, por exemplo, no jogo em casa com o Beira-Mar.

    Eu não queria ter sorte, repare! Queria, apenas, não ter tanto azar. Será que o Delane Vieira ainda enterra galinhas ou já se reformou???

    Abraços

    ResponderEliminar