22/02/2013

2 golões de tributo à sorte

Foi uma eliminatória em que o Benfica foi claramente bafejado pela sorte. Tanto foi assim após o golo na Alemanha, como durante grande parte do jogo desta noite na Luz. Mas para agradecer aos deuses tamanha benesse, um excelente golo de equipa finalizado com grande classe por Cardozo no 1º jogo e no 2º, Ola John fez um golo do outro mundo. Pelo meio, uma série de grandes defesas de Artur. Certamente que os deuses ficaram agradecidos com tributos de tão elevada qualidade.

Jorge Jesus afirmou que o campeonato era a prioridade e não deixou de o mostrar com alguma rotação do plantel mesmo contra uma equipa de grande poderio como este Bayer. Fico agradecido por apostar finalmente no sistema táctico que dá maior consistência a esta equipa, ao jogar com apenas um avançado.


Destaques positivos:
- Artur fez uma série de grandes defesas, a querer mostrar que o lance contra o Porto e o 2º golo do Nacional foram meros acidentes de percurso;
- André Almeida fez  um grande, grande jogo. Tem aumentado bastante de produção à medida que vai acumulando jogos;
- Garay com a classe e eficiência já habitual;
- Matic parece que já só sabe fazer grandes jogos e até já se está a habituar a marcar golos;
- Ola John pode estar desaparecido do jogo por alguns períodos mas a capacidade em desequilibrar, sobretudo pelo lado esquerdo, os excelentes cruzamentos que arranca e os fantásticos últimos passes, compensam todos esses apagões. Rebentou por volta dos 75 min e exigia-se Urreta;

Destaques negativos:
- Melgarejo fez um jogo mais que trapalhão e inconsequente;
- Carlos Martins está completamente fora de forma e não deu uma para a caixa.
- Enzo tem que perder aqueles espasmos de indisciplina, sobretudo quando já tem amarelo.
- Cardozo não está feito para jogos em que há muito espaço entre a defesa adversária e a baliza.

Nem bom nem mau: já só gosto de ver Gaitán a jogar no meio.

Ver os adversários dizer que o Benfica foi extremamente eficaz é quase tão raro como ver o meteorito a visitar a Rússia. Mas estou com Jesus! Domingo vamos ao que realmente interessa!

Sem comentários:

Enviar um comentário