15/01/2013

Promessas que o tempo não leva

Prometo que brevemente comentarei o jogo do Sporting em Olhão. Prometo que esse post terá uma foto relativa ao Sporting. E mais uma foto para cumprir tradições que não se devem perder. Prometo que farei a análise do momento do Sporting. E prometo não usar este blog para falar sobre o Congresso de que sou subscritor. A beleza e a magia deste espaço é esta: mesmo que fôssemos só 3, continuaríamos fundamentalmente a discutir futebol. Aquele que se joga dentro das 4 linhas. Aquele que jogaram o Benfica e o Porto nos primeiros 15 minutos do clássico. E também o que jogaram nos restantes 75 minutos. E também aquele que o Sporting jogou, a espaços, em Olhão. E o que vai jogar daqui para a frente, espera-se. E o que vai jogar num futuro não muito distante se ganharmos juízo e percebermos que uma mera troca de bonecos não resolve os problemas estruturais do clube. Ok, sim, é uma boca mais política e menos futeboleira. Mas eu disse "fundamentalmente" e não "apenas". Vamos lá deixar passar o rescaldo do clássico e depois passemos ao que é verdadeiramente importante. Ah, acham que o verdadeiramente importante é o confronto Benfica-Porto?! Pois não é. para quem tenha dúvidas, basta ver esta capa do Record:

Sem comentários:

Enviar um comentário