28/01/2013

Eu, desculpem lá, gostei mais de Olhão

Apesar de ontem termos feito uma exibição mais consistente, em Olhão ganhámos por 2-0. Muito justamente, aliás. E podíamos ter marcado mais.

Ontem, com o Guimarães (excelente e a provar que é possível desinvestir mantendo qualidade), o Sporting voltou a fazer um jogo... normal. Daqueles jogos normais como tantos outros que se jogaram e (infelizmente) empataram. Devíamos ter ganho mas não calhou.

A reter:
- não sei que raio de preparação física foi dada a esta equipa, mas ter os dois extremos rebentados a meio da segunda parte não é normal (e Carrillo, pelo menos este, precisa mesmo de estar em forma para fazer arrancadas como a da primeira parte em que pôs a bola na barra);
- Wolfswinkel voltou a marcar um grande golo e a desperdição 2 ou 3 lances de perigo. Duvido que haja alguém que tenha defendido publicamente este jogador tantas vezes como eu. Por isso, sinto-me à vontade para esta declaração: por 13 milhões, convenhamos, tem que sair. Claro que não vamos neste momento encontrar um substituto à altura, mas podemos encontrar um jogador com outras características (um que jogue melhor fora da área, ou um que tenha como ponto forte o cabeceamento) em função do que Jesualdo queira da equipa;
- com este Adrien dos últimos 3 jogos valeu a pena renovar. Anos e anos perdido como 6 ou interior num losango quando ele o que sabe fazer é o que Elias nunca soube ou nunca quis fazer. A última substituição de Jesualdo, aliás, só se percebe com fatiga ou lesão de Adrien, porque colocar Jeffren naquele lugar não lembra ao ceguinho.

Enfim, mais dois pontos perdidos. Mas o único jogo este ano em que saí de Alvalade com pontos perdidos e a sensãção de que não merecíamos. Continuo a achar que Jesualdo está a fazer bem a esta equipa. E acredito que vamos ganhar em Vila do Conde.

Sem comentários:

Enviar um comentário