26/11/2012

Portistas… Batemos no tecto!


Em primeiro lugar gostaria de salientar que ainda não me rendi ao facto de termos um novo acordo ortográfico.

·         Bater no tecto? SIM!!!
Se no ano passado andava preocupado pelas capacidades portistas em encontrar petróleo lá para os lados do bairro das Antas, este ano estou mais tranquilo… Para além de estarmos a jogar um bocadinho melhor, as capacidades geológicas estão mais a sul, pelas bandas de Alvalade, tal é o estrondo com que os resultados e as exibições leoninas batem no fundo.
Mas o que quero dizer com “bater no tecto"??? Quero mesmo dizer que é difícil fazer melhor que isto. A equipa não joga um futebol brilhante mas quando troca bem a bola, com critério nos passes, chega com perigo lá a frente e marca golos fáceis (exemplos mais recentes: Dinamos em casa e Nacional e Estoril fora).
Por outro lado,esta equipa gere muito mal o ritmo de jogo, com entradas fortes mas adormecendo quando se encontra em posição vencedora. Nestes casos o resultado mais comum é mesmo a perda escusada de pontos fáceis (exemplos recentes: Rio Ave onde correu mesmo mal; Sporting onde quase corria mal e Braga onde correu bem demais!)
E por fim, quando não jogamos mais do que os outros e parece que nada sai de brilhante... temos um golinho marcado com um ressalto…
Não podia correr melhor, batemos mesmo no tecto! (se está a ler este paragrafo e a perguntar “ENTÃO E O PENALTY???” salte já para o ponto 4)
  
·         As mesmas substituições: Defour – Atsu – Kleber
Já nem sei o que dizer… Atsu check; Defour Check???; Kleber CIAO!!!!

Apesar das alterações normalmente não mudarem em nada o esquema base do Porto e a equipa não se ressentir em termos de ritmo de jogo, estas substituições cansam… Terá o Porto melhores jogadores para colocar em campo? Não sei… o VP não deixa!

·         A pontinha de Sorte por JJ

Nos dias difíceis de hoje, estas capacidades de JJ não são de enjeitar, tem futuro garantido nas páginas de classificados do Correio da Manhã ou como comentador nas Tardes da Júlia. 

Na verdade ninguém pode negar que há um penalty claro por marcar a favor do Braga e que os dois golos têm a colaboração da defesa dos minhotos, mas o que JJ não percebeu é que com a capacidade explosiva de Jackson e a clarividência de James e Moutinho a sorte é definitivamente “uma cena que nos assiste”.

  •         Resumindo e baralhando
Jogo simpático para o Porto onde o empate seria o mais justo… Se bem que a equipa do José “Estive Quase” Peseiro passou maior parte do tempo a olhar para a bola a espera de um erro e de um lance de contra ataque. Podia ter resultado mas não resultou. Era um jogo que estava a pedir um golito mais cedo e o penalty que ficou por marcar podia ter dado essa alegria ao jogo.

Era importante não descolar do Benfica nesta fase para poder ver o jogo da 2ª Circular com calma. Com sorte ou não... Objectivo cumprido!


Recomendações musicais para a semana: Fun Lovin Criminals: 100% Colombian


Excelente álbum dos nova iorquinos que surpreenderam o panorama musical com ritmos de hip hop, rock, funk, blues e jazz. No nosso caso estamos numa de 50% Colombian, pois 20 dos 40 golos oficiais do FC Porto saíram do trabalho de James e Jackson. Bom trabalho miúdos!
Por razões pessoais recomendo a música : Korean Bodega J


 Editado 2 horas depois para corrigir o nome do treinador do Braga... As minhas desculpas ao Paulo Sérgio... Não volto a escrever sob o efeito do alcool ou a ver o Sporting ;) Thanks Gorbyn

3 comentários:

  1. O que me surpreende no meio disto tudo é que um portista ainda veja os jogos do Sporting...

    ResponderEliminar
  2. Fico feliz de ver um adepto do Porto assumir que bateram no tecto. Palavra que fico. Significa que, a partir de agora, é sempre a descer...

    ResponderEliminar
  3. Koba, sempre a considerar os nossos amigos de verde... Está na hora de levantar a cabeça e ganhar o próximo jogo!!!

    Caro Galaad, nesta fase, em termos exibicionais acho que vai ser difícil jogar mais. O que não quer dizer que seja mau... Não deve é dar para melhor que isto...

    A ver...

    ResponderEliminar