08/10/2012

Não era preciso...

Um Porto-Sporting à 6ª jornada, com 5 pontos entre as duas equipas, uma "chicotada" no Sá e com um Oceano a prazo a tentar apanhar os cacos.

Não era preciso tanta facilidade... era o meu pensamento antes do clássico. De facto não podia calhar melhor situação de um adversário direto! Ups... não devia dizer isto, certo? Que era melhor ganhar a um Sporting forte, competitivo e motivado. Nada disso!!! Se puder enfiar 4 ou 5 tanto melhor. Ainda por cima tínhamos de vingar os coxos dos putos da B que perderam 2-0 no dia anterior.

Passo a enunciar o que não era preciso:

  • Massacrar tanto durante 20 minutos iniciais

Talvez aproveitando uma entrada demasiado cautelosa do adversário, Moutinho, James e Lucho não deram hipótese ao meio campo verde, verdinho... a bola circulava, criaram 3 ocasiões de golo para além do golo incrível do Jackson. Saldo muito positivo desses 20 minutos. São destes momentos que os adeptos se empolgam com a equipa
  • A lesão do melhor central que temos (Rolando sai da toca)
Esta não era mesmo preciso... Apesar de ontem o Otamendi ter estado em bom plano, entregar o eixo da  defesa ao argentino + Mangala é arriscar acabar com menos 1 jogador. Será a altura de dar a hipótese de um acto de contrição ao Rolando? Já se percebeu que vai sair em Janeiro e em troca terá dado um voto de silêncio nada habitual para o central, mas caso se confirme a gravidade da lesão de Maicon, acho que se devia "repescar" o cabo verdiano.

  • Adormecer o pessoal durante o restante da primeira parte
Infelizmente, já vem a ser hábito este adormecer da equipa portista. O filme é o mesmo de Vila do Conde e de Zagreb. Marca-se o tal golito, chega-se à vantagem... e depois adormecem todos. Está se a tornar um hábito.
  • Uma arbitragem tão má
Momento 1: Fim dos 45 minutos iniciais. Este Jorge Sousa, ex Super Dragão, tá a ser um tendencioso... só cartões amarelos e faltinhas contra o Porto!!! LADRÃO!!!

Momento 2: Fim do Jogo. Hmmm... Jorge... Bolas pá!!! O jogo tava ganho! O Sporting não dava mais... Eles já tinham metido o Adrien e o Pranijc continuava em campo... Mas porque marcaste tu 2 penaltys que não existiram?? O primeiro então é de sonho!!! No segundo foste enganado pela fama do "BolodeArroz" ou pelo ChaChaCha do Martinez?

Resumindo: Não tivesse sido um jogo dominado pelo Porto e hoje tínhamos conversa de café.

  • Arranjar uma desculpa para o Sporting
Este é o ponto da provocação... Ontem pelo Facebook choviam mensagens de dor e nojo e para quem não viu o jogo e hoje no emprego perguntou como foi o FCP-SCP aposto que as palavras chave são: roubalheira e gatunagem.

Que sirva de desculpa para uns e motivação para outros.


  • Colocar o James a 10 apenas nos 20 minutos finais...
Já cansei de dizer que o miúdo rende é a 10... Vitor... tás a começar a ouvir-me e qualquer dia até os sabes motivar. Grita com eles pá!!! Só não comas pastilhas como o Jorge Jesus. É ridículo.



Conclusões:
Sportinguistas: o fanático diz que foi roubado, o realista diz que era impossível melhor, e o negativo diz que não fizeram nada por ganhar.

Dos azuis: o fanático diz que podiam estar a ganhar por 3 ao intervalo; o realista diz que melhor é impossível e o negativo diz que se continuamos a adormecer a meio dos jogos vamos perder muitos pontos como fizemos em Vila do Conde.


Eu digo apenas que para este Porto e para este Sporting não era preciso tanta polémica .. O futebol verde e branco está a anos luz do portista (passe o exagero). Os primeiros 15 minutos foram exemplo disso, o SCP não fazia 2 passes seguidos e cheirava a goleada.

Se bem que agora que estou a reler este texto... Sou capaz de cair no negativo muitas vezes... Obrigado Vítor "Xanax" Pereira.


Ps. Ao intervalo comentei... Até aos 75 entram o Atsu e o Defour para o lugar do Varela e do Lucho. Sei que não estava a ser brilhante neste meu comentário... Mas o pior é que se até um gajo que está num sofá a 300kms de distância sabe isso, como é que o VP gere um balneário onde jogam sempre os mesmos; para além de facilitar a vida a qualquer treinador adversário...


4 comentários:

  1. Sou sportinguista e concordo. O Sporting não jogou nada, zero mesmo. O que me irrita é que mesmo que jogássemos provavelmente o resultado seria o mesmo, pois Jorge Sousa trataria disso.

    Também acho que o James joga muito melhor a 10 e isso até faz com que o Porto jogue melhor. Mas se eu fosse portista também não ficava contente com a exibição. Tirando o início, foram mesmo muito fracos frente a um Sporting ainda mais fraco.

    Enfim, ainda está para chegar o dia em que não somos roubados no Dragão.

    ResponderEliminar
  2. Vale o que vale, mas ajuda a explicar muita coisa...

    Esmiuçando a coisa, nos clássicos nas Antas/Dragão dos últimos 30 anos, temos:

    Golos de penálti a favor do Porto - 15 (fora os que não foram convertidos...)
    Golos de penálti contra o Porto - 3
    Expulsões de jogadores do Porto - 10
    Expulsões de jogadores de Benfica e Sporting - 37

    Não pretendo dizer que a vitória não foi justa. Claro que foi. Mas não precisavam que o melhor jogador do Porto fosse o Super Dragão Jorge Sousa. Ou seja, ganhariam sempre, mas assim tiveram uma vitória com mácula quando podia ter sido limpinha...

    ResponderEliminar
  3. Por lapso, não conclui o comentário. Cá vai:

    E até acrescento que na minha óptica o segundo penalty é bem assinalado, e o primeiro mal. E quando me referi acintosamente a Jorge Sousa foi porque efectivamente inclinou o campo a favor do Porto, ao assinalar faltas constantes ao Sporting e resolver tornar tudo o que era verde e branco em amarelo. E isto penaliza muito o curso de um jogo e uma equipa. Rojo é bem expulso.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  4. Eu não digo que os penalties não sejam duvidosos, mas lá está na dúvida, marca-se sempre a favor do mesmo. Após o 1º golo do Porto houve um lance de ataque do Sporting em que o defesa do Porto corta a bola com a perna acima da cabeça de Izmailov. Eu pergunto: mesmo não sendo penalty, aquilo não seria no mínimo livre indirecto?

    Cumps

    ResponderEliminar