15/08/2012

Nelson Oliveira

Aposto que foram muitos os benfiquistas que, depois de ver o grande golo de Nelson Oliveira contra o Panamá, voltaram a criticar a decisão de emprestar o internacional português e a afirmar que tinha lugar no plantel do Benfica. No entanto, continuo a acreditar que o empréstimo foi mesmo a melhor opção, sendo que os restantes minutos deste mesmo jogo apenas serviram para reforçar esta opinião. O potencial está efectivamente lá mas falta ainda bastante para ser um dos avançados que ajude o Benfica a atingir os seus objectivos.


As chamadas à selecção e os minutos que Paulo Bento tem garantido a Nelson Oliveira (que se devem mais à fraca concorrência do que propriamente ao que já provou em campo) valorizaram bastante o jogador e até a imprensa tem contribuído (e muito) para reforçar o seu peso no clube e selecção. No entanto, considero que ainda precisa de muitos minutos para colmatar algumas debilidades e jogar com o emblema da águia ao peito. Estes pontos fracos estão essencialmente relacionados com a finalização e com as decisões que toma quando tem a bola nos pés. Mesmo no mundial de sub-21, só vi uma grande exibição quando, sozinho no jogo da final, foi um pesadelo para a defesa brasileira. Já na época passada, foram poucos os momentos dignos de registo.

Sendo assim, espero que jogue com bastante regularidade no Depor e que regresse depois com outra experiência e confiança pois será muito mais fácil afirmar-se no Benfica quando regressar de um empréstimo com o crédito de ter sido o melhor marcador da equipa.

1 comentário:

  1. Espero q o Depor não jogue contra o Benfas para o Nelson não chorar depois de marcar um golo...

    B

    ResponderEliminar